Total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de julho de 2013

IDH DE MANGARATIBA

Minha mãe dizia que o diabo não é tão feio como pintam. Assim como os últimos prefeitos de Mangaratiba não foram os demônios que alguns  pintaram por aqui nas redes sociais. O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Mangaratiba é a maior prova disto.
Mangaratiba se apresenta como um município de alto desenvolvimento humano com índices superiores à média verificada no país.
Entre os municípios fluminenses, Mangaratiba saiu de um 52º lugar em 1991, para o 11º em 2000 e para o 9º lugar em 2010.
Segundo o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, divulgado hoje pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o IDHM cresceu 47,5% entre 1991 e 2010 (AQUI).
Brasil deixou de figurar entre os países com índice ‘muito baixo’ em 1991 e alcançou patamar ‘alto’ em 2010. O IDHM mede a qualidade de vida das cidades e utiliza uma escala que vai de 0 a 1, sendo que 1 equivale ao mais alto desenvolvimento humano possível.
A classificação do IDHM geral do Brasil mudou de "muito baixo" (0,493), em 1991 para "alto desenvolvimento humano" (0,727), em 2010. Em 2000, o IDHM geral do país era 0,612, considerado "médio".
O IDHM é um índice composto por três indicadores de desenvolvimento humano: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda).
Dos três indicadores que compõem o IDHM, o que mais contribuiu para a pontuação geral do Brasil em 2013 foi o de longevidade, com 0,816 (desenvolvimento muito alto), seguido por renda com 0,739 (desenvolvimento alto) e por educação com 0,637(desenvolvimento médio).
Apesar de a educação ter o índice mais baixo dos três, foi o indicador que mais cresceu (+128%) nos últimos 20 anos: de 0,279 para 0,637.
Estes índices médios, porém, é da responsabilidade de dois demônios federais: FHC e Lula.
O IDHM de Mangaratiba – responsabilidade principal de dois demônios municipais: Charlinho e Aarão – além de ser superior à média brasileira, é também superior ao das cidades vizinhas e cresceu muito mais significativamente como se vê abaixo.
  (clique para ampliar)
 
Cabe à Dilma e ao Capixaba, que assumiram em 2011, elevar ainda mais o IDH brasileiro e de Mangaratiba, demonstrando que também não são dois demônios tão feios quanto agora pintam.


7 comentários:

Anônimo disse...

Quanto à Dilma,sim.Apesar de alguns de seus ministros e de uma parte do Congresso,competência e vontade política,ela tem.
Mas aqui,na terrinha,sei não!Não há pesquisa otimista que me faça acreditar em algum progresso...

Leila Castro disse...

Lacerda,

Esta tua obsessão pela polêmica, te faz irritante... você SABE e se faz de crédulo no que interessa.

Se fosse eu a postar esta simplicidade toda.... aposto que terias argumentos contrários, não é?

Você tem as respostas, mas gosta de testar se o leitor vai contra argumentar.


Quase que caí nesta esparrela.... apaguei tudo!

Longevidade? Você sabde como se deu este salto em Mangaratiba
Educação? Você também sabe o que levou o país ao crescimento ... foram leis que obrigaram a oferta de vagas nas escolas. E o incentivo do bolsa família, foi determinante.
Renda? Mesma situação...

Méritos de prefeitos locais? Ah! Então vamos incluir o Emil e o José Miguel eles também governaram entre 1991 e 2000.

Agora, isto é qualidade municipal?
Não subestime seus leitores com esta superficialidade toda...

LACERDA disse...

E se fosse o contrário?
Certamente, culpariam os prefeitos, não é?
Concordo em parabenizar também o Emil e o José Miguel.

Leila Castro disse...

Com toda certeza, se o município estivesse entre os 32 que não conseguiram subir de posição.... claro que os culparia!!!

andre quimico disse...

Concordo com quem acha que o mérito foi muito mais federal do que municipal, afinal a evolução nesses 20 anos foi muito significativa em TODAS as regiões do país.
Só que a melhora durante o governo FHC se concentrou no Sudeste, enquanto a melhora no governo Lula foi em todas as regiões, reduzindo drasticamente o número de municípios com avaliação "muito baixo' para apenas 32.

E acho que o combate à desigualdade e a melhora dos mais necessitados se deu de forma muito mais efetiva no Governo Lula do que no FHC. O que pode ser comprovado pela observação do Índice de Gini no texto:

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/07/fhc-lula-e-queda-da-desigualdade.html

Anônimo disse...

André,você foi muito claro e direto.
São constatações como esta que incomodam e irritam muita gente...

Fazer o quê,se o ex-presidente Lula
e a presidenta Dilma são verdadeiros governantes?

Quem se livrou do FMI, que
sugava os brasileiros com a eterna dívida externa?

Antes de Lula,quem governava o Brasil?...



Sete cabeças disse...

ajude a publicar nosso blog, contamos com voce !!! 7cabecasangra.blogspot.com.br , desde ja ficamos agradecidos !!!