Total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

DESPEDIDA

Despeço-me hoje de 2010. Passarei o réveillon longe do computador e da degradação que vai invadir a minha praia de Muriqui. Degradação patrocinada e atraída pelos quiosqueiros que – com raríssimas exceções – promovem o turismo etilista e me acusam de elitista. Turismo predatório sempre tolerado pelas autoridades municipais.
Aproveito para desejar um feliz ano-novo a todos que me honraram participando deste humilde blog. Despeço-me também do presidente Lula que, orbigado por Lei, deixará o povo órfão de um amigo, um irmão, um companheiro. Sim, muito mais que um presidente, ele foi um cara cordial, um camarada legal, o nosso chapa solidário e incapaz de fazer qualquer maldade com o povo, seus iguais como demonstram as fotografias. Elas valem por milhões de palavras.
Votei nele sete vezes e faço parte dos 87% que consideram o seu governo ótimo ou bom. 
Não sei se estarei vivo para votar nele novamente, mas meu filho votará. 
 
Agora, a despedida desse cara legal com quem eu estive cara a cara, levando um papo, em 2002. 
Alguém, por caridade, jogue flores ao mar por mim, 2011 será o ano de Iemanjá.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A OPINIÃO PUBLICADA

No início deste ano, pensei em colecionar opiniões dos “jornalistas” mercenários e amestrados, além de falsos e preconceituosos, publicadas pelos jornais e revistas de maior circulação que ainda insistem em se intitular como a opinião pública.
Não tive saco. Era muita asneira publicada, estava dando muito trabalho e desisti.
Felizmente, um amigo blogueiro fez por mim no site Frases da Dilma e eu reproduzo abaixo. Os comentários são quase todos do blogueiro Flávio que no twitter assina @Porra_Serra_.
Tomei a liberdade de fazer apenas alguns adendozinhos.
Ficou uma postagem extensa, mas vale à pena ler. O trabalho do blogueiro demonstra o quanto essa imprensa necessita de controle e fiscalização.

“Lá como cá houve, na verdade, um contragolpe. Aqui, por uma ação militar que deixou o Congresso diante de um fato consumado: a invacância da presidência, com a fuga de Goulart para o exterior. Lá, por uma ação totalmente dentro da legalidade.”
(Alexandre Garcia, em 29/12/2009.)
Comentário: Documentos vazados pelo Wikileaks comprovam que os EUA assumiram ter ocorrido um golpe de estado em Honduras.

“Na cobertura da tragédia da TAM, a grande imprensa se portou como devia. [... Ela] foi, honestamente, testando hipóteses, montando um quebra-cabeça que está longe do fim.”
(Ali Kamel, diretor de jornalismo da TV Globo)
Comentário: Embora a mídia jogasse a responsabilidade pela a tragédia no Governo Lula, o acidente foi causado por falha humana.

“Dilma é a adversária com que sonham todos os candidatos do mundo.”
(Augusto Nunes, no site da Veja em 7/2/2010)
Sem comentários

“O chanceler de Lula é só um áulico a caminho da lata de lixo da história.”
(Augusto Nunes, no site da Veja em 16/11/2010)
Comentário: A famosa e respeitada revista Foreign Policy elegeu o Celso Amorim como o melhor Ministro das Relações Exteriores do mundo. Quem tem mais credibilidade?

“Eu não estou dizendo que Lula é nazista. [...] O que estou dizendo é que Lula e o PT, de modo geral [...] têm sistematicamente recorrido a símbolos e táticas que [o teórico nazista] Carl Schmidt de bom grado aprovaria.”
(Bolívar Lamounier, 22/10/2010 Sobre a campanha)
Comentário: Foi a campanha de Serra que utilizou redes neonazistas para caluniar Dilma Rousseff

“Todos os limites foram ultrapassados; não há como o Congresso postergar um processo de impeachment contra Lula. Ou melhor, a favor do Brasil.”
(Boris Casoy, “Folha de S. Paulo”, 28 de março de 2006)
Comentário: E Lula foi reeleito

“Duzentas pessoas estão mortas. Elas devem ser somadas às 154 vidas segadas no Boeing da Gol que colidiu com o jato Legacy. Balanço terrível do caos da aviação: 154 vítimas da incompetência, da corrupção, da omissão e do desgoverno.” ”O presidente é o responsável”
(Carlos Alberto Di Franco, o rei do pré-vestibular em São Paulo que foi prejudicado pelo ENEM)
Comentário: Desligamento do transponder pelos pilotos americanos no jato Legacy ocasionou o acidente

“Não se pode dizer que o ano foi bom para a economia do Brasil.”
(Carlos Alberto Sardenberg, Rádio CBN em 28 de dezembro de 2009)
Comentário: Em 2009, enquanto os países sofreram grave recessão e cortes de emprego, o Governo Lula continuou a política de geração de empregos. O saldo de empregos foi de 1.765.980- Chegamos agora ao pleno emprego com uma taxa de 5.7% de desempregados

“(Lula)… passou seu governo inteiro no palanque, anunciando planos e mais planos, metas e mais metas, inaugurando várias vezes a mesma obra. Uma parte da imprensa simplesmente aderiu ou foi obrigada a isso pelo volume das verbas oficiais de publicidade. A imprensa livre e independente, apesar das reclamações do presidente, sempre cobriu essas atividades, o que ampliou os palanques.
(Carlos Alberto Sardenberg, “Lula é o nosso Mao; FHC, o nosso Deng, 21 de dezembro de 2010)
Comentário: o volume de verba para propaganda é o mesmo da era FHC. até 2003 concentrados em apenas 499 veículos e 182 municípios, em 2008 alcançaram 5.297 órgãos de comunicação em 1.149 municípios. A Globo, com 50% da audiência, absorvia 90% da verba de TV e agora absorve 45%

“A provável reeleição de Lula é sinal de que, para boa parte dos brasileiros, a ética e a honestidade definitivamente deixaram de ser valores em si mesmas, para tornarem-se qualidades subjetivas.”
(Cora Rónai, em 28 de setembro de 2006)
Comentário: O PIG demonstra não suportar o jogo democrático, muito menos respeitar o voto soberano e o povo brasileiro.

“Fato é que os poderes, os partidos, os políticos, as instituições, as entidades organizadas, a sociedade estão todos intimidados, de cócoras ante um mito que se alimenta exatamente da covardia alheia de apontar o que está errado.”
(Dora Kramer, “Uma Nação de Cócoras” 15/10/2009)
Comentário: A dondoca indignada por ninguém escutar seu cacarejar.

“O segundo erro foi tratar como autêntica uma ficha cuja autenticidade, pelas informações hoje disponíveis, não pode ser assegurada – bem como não pode ser descartada.”
(Folha de S. Paulo justificando a publicação da ficha falsa do DOPS sobre Dilma Rousseff)
Comentário: Agora que a Justiça Militar liberou para a Folha todos os documentos do processo da ditadura contra a presidenta, o jornal nada publica

“E, obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada. E esse papel de oposição, de investigação, sem dúvida nenhuma incomoda sobremaneira o governo.”
(Judith Brito, jornalista da Folha e presidente da Associação Nacional de Jornais, em 17 de março de 2010)
Sem comentários

“A irritação do presidente Lula com as críticas demonstra a dificuldade de conviver com a democracia.”
(Marco Antonio Villa, Folha de S. Paulo, 24 de setembro de 2010)
Comentário: Como diz o Lula, não existe maior censura do que a ideia de que a mídia não pode ser fiscalizada.

“O PT vai pensar com mais cuidado na escolha de seu candidato para a Presidência. Será mesmo a Dilma Rousseff? Se alguém quiser dar nome a um poste, pode chamá-lo de Dilma. Ela nunca foi eleita para um cargo representativo, não tem experiência eleitoral. Como pretendem jogá-la na eleição de 2010, que se anuncia como a mais disputada da história republicana do Brasil?”
(Marco Antonio Villa, no “Estado de S. Paulo” 28/10/2008)
Comentário: Pobre coitado. Não sabia de nada ou foi obrigado a escrever tamanha asneira

“Serra foi atingido, sim, por uma bobina de papel crepe (o tal ‘artefato’) que, arremessado com força, pode provocar danos graves na pessoa atingida.”
(Merval Pereira, em 24 de outubro de 2010)
Comentário: Este é mais um jornalista mercenário

“Depois de aparelhar o estado por oito anos, numa versão petista de ‘o estado sou eu’, Lula bradou ontem num comício em Campinas que ‘a opinião pública somos nós’. Do alto de sua popularidade, nosso Luis XIV tropical acha definitivamente que tomou posse do povo brasileiro.”
(Lauro Jardim, em 19 de outubro de 2010.)
Comentário: O que Lula disse é que a opinião pública somos nós o povo. O resto é a opinião publicada

“Impressionante como a política atrai vagabundo e picareta, aproveitar pelo presidente da república que não vale nada,vai demorar gerações para que o Brasil desfaça o mal que o Lula fez, eu tenho que desmistificar esse picareta que está na presidência da república” (Marcelo Madureira, Manhatan Connection, 03 de outubro de 2010)
Comentário: Casseta e Planeta acabou. Ao ficar desempregado, atacou o Lula por toda frustração e impotência guardada ao longo da vida.

“Dilma não é uma ameaça ao vernáculo ─ mas à segurança nacional. Essa mulher evidentemente não tem a menor condição de representar um único brasileiro ─ sequer seu neto Gabriel, ainda ‘unborn’. (…) No dia em que o Criador, depois da última cinzelada na criatura, ordenou ‘Fala Dilma’, o mito começou a ruir.”
(Celso Arnaldo, no site da “Veja”, 16/5/2010)
Comentário: Mais um pobre coitado que se diz jornalista

“Cada vez mais, Lula tem menos chances. A pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira pelo Jornal Nacional mostra que o presidente Lula foi atingido em cheio pelas denúncias.” (Cristiana Lôbo, em artigo no jornal “O Globo” 29/8/2005)
Sem comentários

“O Brasil pode não aderir, mas é incapaz de impedir a formação da Alca.”
(Eurípedes Alcântara, em artigo na revista “Veja” 15/10/2003)
Comentário: Ministro Celso Amorim disse tudo sobre o Alca: “(…)foi melhor talvez mesmo não ter tido a Alca. A crise nos EUA demonstrou isso. Nós ficamos mais protegidos, tivemos mais liberdade. E pudemos investir numa política Sul-Sul. E nada foi mais importante do que o processo de integração da América do Sul”

“Em breve, o número de carentes duplicará e o dispêndio com o programa Bolsa Família, também.” (Ferreira Gullar, em artigo na “Folha de S. Paulo” 5/7/2009)
Comentário: A verdade é que mais de 2 milhões de famílias deixaram o programa por ter ascendido socialmente. Vale ressaltar também que nas famílias beneficiadas, há um aumento na frequência escolar e na aprovação. Há também redução trabalho infantil e no abandono escolar. E diversos países copiam o programa brasileiro.

“Gripe [suína] pode afetar até 67 milhões no Brasil em até oito semanas. [...] De 3 milhões a 16 milhões desenvolverão algum tipo de complicação a exigir tratamento médico e entre 205 mil e 4,4 milhões precisarão ser hospitalizados.”
Helio Schwartzmann, em matéria na “Folha de S. Paulo” 19/7/2009)
Comentário: e ainda há gente que acredita neles

“Aécio fecha acordo para ser vice de Serra.”
(Kennedy Alencar, em coluna na “Folha de S. Paulo” 17/5/2009)
Comentário: Mais uma barrigada na ânsia de dar um furo jornalístico.

“O governo Lula terminou quando ele não soube ou não pôde enfrentar sem medo o mar de lama do caixa 2 do PT, do mensalão de Delúbio Soares e das falcatruas alimentadas pelo loteamento de cargos públicos.”
(Lucia Hippolito, em artigo no “Globo” 2005)
Comentário: Será que a Lucia Hippolito também estava bêbada ao escrever? (Youtube)

“Lula, o Lírico da Marolinha, deveria se desculpar pela besteira que falou. O efeito da crise no Brasil, no que concerne ao emprego (ver um dos posts abaixo), já está mais perto mesmo de uma tsunami.”
(Reinaldo Azevedo, em post no site da “Veja” 14/1/2009).
Comentário: O que houve foi um tsunami de empregos. Em 2009, enquanto os países sofreram grave recessão e cortes de emprego, o Governo Lula continuou a política de geração de empregos. O saldo de empregos foi de 1.765.980

“Vocês viram essa? Lula, ao deixar a Presidência, quer escrever de vez em quando. Sim, vocês leram direito: escrever”
(Ricardo Setti, Veja, 28 de outubro de 2010)
Comentário: Se esses imbecis escrevem por que o Lula não pode?

“Por que devemos curvar-nos ante a magnificência presidencial de um pervertido que se gaba de ter tentado estuprar um companheiro de cela e diz sentir nostalgia do tempo em que os meninos do Nordeste tinham – se é que tinham – relações sexuais com cabritas e jumentas?”
(Olavo de Carvalho, Diário do Comércio 20/12/2010)
Comentário: Esse é um nazistão que serve de modelo aos neonazistas de São Paulo

“(…) com Lula no poder o Brasil tornou-se, de forma premeditada, um dos países mais corruptos do mundo, onde a população se deixa escravizar seis meses ao ano para, entre outras mazelas, financiar o incontrolável aparelhamento da máquina pública, a bilionária propaganda enganosa, os “movimentos sociais” criminosos, as incontáveis ONGs parasitárias, o fausto palaciano, os partidos políticos de aluguel, programas sociais fraudulentos, etc., para não falar no enriquecimento súbito e milionário de amigos e familiares”
(Ipojuca Pontes, “Lula, o filho do Mal”, em 21 setembro de 2009)
Comentário: Como vocês veem, o Brasil é o pior lugar do mundo para se morar.

“É óbvio também que ao longo dos últimos anos os fatos se impuseram, de maneira impiedosa, aos que elogiaram a política externa de Lula como um de seus grandes feitos. Quem sabe perdeu-se muito tempo à procura do ponto G.”
(William Waack, Globo, 29 de junho de 2007)
Comentário: Saiu no jornal alemão Der Spiegel: “Lula salta para a Grande Liga da diplomacia mundial“. Quem tem credibilidade?

“A biografia de Lula será escrita nos tribunais. O julgamento histórico de seus oito anos no poder estará estampado numa série de inquéritos penais.”
(Diogo Mainardi, Veja, 20 de março de 2010)
Comentário: A biografia do Lula está concorrendo ao Oscar.

“Sobre o livro ‘Lula, minha anta‘, no caso é anta substantivo e não adjetivo. Eu não tenho grande apreço pelo intelecto do presidente mas nesse caso é animal de caça, eu cacei esse bicho durante 2 anos e ele conseguiu fugir”
“Na única vez que fiquei ao lado do Lula, eu cometi um ato criminoso. Isso deve ser um indicativo de alguma coisa”
(Diogo Mainardi, no Programa do Jô falando que participou de uma greve”)
Comentário: Mainardi é o lobista do Daniel Dantas

“A chamada política nacional dos direitos humanos do governo Lula põe fim à liberdade de expressão e opinião dos meios de comunicação e de pesquisa científica. Ainda dá um chute no balde de nossa galinha dos ovos de ouro, o agronegócio. Comparadas com isso aí, as reformas de base de João Goulart que levaram os militares ao poder em 64 é café pequeno, mas hoje o presidente assina sem ler, a oposição também não lê e os militares, bem, alguém sabe por onde andam os militares?”
(José Nêumanne Pinto, SBT)
Comentário: Por um momento pensei que Nêumanne estivesse convocando um golpe militar. É incrível como o PIG prega “liberdade de imprensa” e ao mesmo tempo adora uma ditadura.

“Dilma parece estar no seu inferno astral. Além da radioterapia, ela enfrenta a entrada em cena de Marina, o empate com Ciro nas pesquisas, o envolvimento desgastante de Lula e do PT com a defesa de Sarney e, enfim, a cristalização da imagem de mentirosa (diploma, dossiê contra FHC, embate com Lina Vieira, versões divergentes de sua ação no caso Varig)” (Eliane Cantanhêde, na Folha em agosto de 2009)
Sem comentários

“O governo tem que ter um plano para enfrentar a recessão. (…) O problema da tese da marolinha é que ela foi um diagnóstico errado e quando o governo erra no diagnóstico, ele não vê o que está realmente acontecendo na economia. (…)”
(Miriam Leitão, no Bom Dia Brasil (Globo) em 2009)
Sem comentários

“OK, ninguém é perfeito. Mas, por um momento, Obama nos pareceu a pessoa mais perfeita do mundo; aquele presidente que adoraríamos ter. Mas pouco tempo passou para ele dar uma pisada de bola. Foi quando disse, de maneira elogiosa, que Lula era o “cara”. Tudo bem, ele não pode saber de tudo o que acontece no Brasil, mas para isso tem 500 assessores que deveriam contar as barbaridades que o nosso presidente diz e permite que façam.”
(Danuza Leão, Folha de São Paulo, 12 de abril de 2009)
Comentário: E foi a Nara que nos deixou

“A idéia de comemorar as bodas de pérola com uma festa caipira não podia ter sido pior. O Brasil tem tantos regionalismos bacanas, uma culinária riquíssima, várias maneiras de ser cheias de ginga e charme que deslumbram o mundo inteiro, e o presidente e dona Marisa Letícia vão escolher logo uma caipirada dessas?”
(Danuza Leão, 15 de junho de 2004)
Comentário: A Nara adorava os compositores mais populares e lançou diversos

“Os fatos reais: com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo e desviou bilhões de dinheiro público para tomar o Estado e ficar no poder 20 anos. Os culpados são todos conhecidos, tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes , as provas irrefutáveis, mas o governo psicopata de Lula nega e ignora tudo. Questionado ou flagrado, o psicopata não se responsabiliza por suas ações.“
Arnaldo Jabour
Comentário: Jabour é um discípulo neonazista do Olavo de Carvalho

“Lula deve desculpas a Serra. Chamou-o de mentiroso sem ver os vídeos que reconstituem o incidente. Se os tivesse visto, não teria mentido, pois só uma pessoa desonesta (e as houve, muitas) não via que retratavam dois episódios, distintos. Serra foi atingido duas vezes, por uma bola de papel e por um objeto mais pesado. A entrada de Nosso Guia [Lula] no debate foi um golpe desleal, demagógico. Se tivesse ocorrido um “dia da farsa”, com Serra simulando uma agressão, teria havido uma malfeitoria de candidato. Infelizmente o farsante foi Lula”
(Elio Gaspari, 24 de outubro de 2010)
Comentário: O Indio da Costa confirmou este relato “Eu estava ao lado do Serra quando aquele pacote enorme bateu na cabeça dele e fez até barulho, tinha 2kg. Veio numa velocidade enorme”. E não matou o hipócrita mentiroso?

“(…) antes de mais nada, é a popularização do automóvel, hoje qualquer miserável já tem um carro. (…) Essa popularização do automóvel é resultado deste governo espúrio que popularizou por crédito fácil o carro para quem nunca tinha lido um livro”
(Luiz Carlos Prates, comentando sobre acidentes trânsito na RBS, 2010)
Comentário: Pessoas de classe social mais baixa não podem ter carro. Não deveriam nem ficar no mesmo ambiente das pessoas ricas. Será que só pobres causam acidentes?

“Como se sabe, o PAC é uma criação literária de razoável sucesso. Sob seu condão, até dragagem de lodo virou aceleração do crescimento. O PAC é tudo. Conseqüentemente, não é nada. E um centavo de nada também é nada. Nada mais apropriado do que um ministro (Mantega) abstrato dando uma declaração contundente sobre um programa abstrato, a mando da Mãe do PAC – a abstração em pessoa – e tudo sendo dissolvido em uma frase por Lula, o concreto. Agora, anunciando que continuará concreto a partir de janeiro. Lula 12 anos. Se dá certo com uísque, por que ele também não pode envelhecer sem sair da garrafa?” (Guilherme Fiuza, portal EXAME, 8 de dezembro de 2010)
Comentário: O próprio PIG diz que o PAC concluiu 82% das obras previstas para 2010 com investimento de 619 bilhões de reais. O PIG necessita de coordenação, ou o PAC existe ou não.

Segundo Lula, as “elites” querem os pobres e os negros fora das universidades. Que pessoas integram essas elites? (…) As “elites”, afirma o presidente, são também contrárias aos programas de transferência de renda e, de modo geral, aos programas sociais. Mais uma vez: quem se opõe, de fato, a esses programas? (…) Ele comete um pecado mais grave que o da imprecisão quando se refere, por exemplo, a defensores da privatização do Banco do Brasil. Quem defendeu essa privatização? Qual de seus concorrentes políticos propôs a venda desse banco ou da Caixa Econômica Federal?
(Rolf Kuntz, “Lula, Chávez e seus preciosos inimigos”, 12 de novembro de 2009)
Comentário: DEM entra com Ação no STF contra o ProUni. PSDB e DEM defendem as privatizações. Oposição chama Bolsa Família de Bolsa Esmola. Será que responde?

“Vejamos, agora, onde o Influente (Lula), de fato, influenciou. Ele influenciou a decisão brasileira de não declarar as narco-guerrilheiras Farc como organizações terroristas. Ele influenciou a eleição de Evo Morales que fez campanha anunciando que agiria contra a presença da Petrobras na Bolívia. Ele influenciou a eleição de Lugo, que fez campanha anunciando que agiria contra o acordo com o Brasil em Itaipu. Ele influenciou a OEA a favor da readmissão de Cuba na organização e, dias depois, influenciou a decisão da OEA contra a destituição do golpista Manoel Zelaya em Honduras. Ele sistematicamente protege regimes de esquerda quando são votadas, em organismos internacionais, moções de repúdio a violações de direitos humanos. Visitou e recebeu afetuosamente todos os ditadores do planeta. Ele é o Influente. Ele é o cara.”
(Percival Puggina, “O Influente”, Zero Hora, 03 de janeiro de 2010)
Comentário: E o Lula foi premiado pelo Le Monde como o “Homem do Ano 2009″.

“Em nome da conquista do poder, todos se calaram. O MST entrou no jogo, mas está saindo. E o barril pode explodir” (Denis Rosenfield, Veja, 23 de julho de 2003)
Comentário: Quem ouviu o barulho da explosão?

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

PALAVRAS ACESAS

É o título do blog de Felipe Barreto, Superintendente de Comunicação da Prefeitura de Mangaratiba. Ele escreve bem em prosa e em versos e, como eu, é um quase ateu graças a Deus.
Ele lê o meu humilde e politicamente quase incorreto blog onde voltou a postar um comentário. Eu não o conheço, mas vejo que várias postagens suas em Palavras Acesas harmonizam-se com o que tenho escrito por aqui. Sua última postagem demonstra que, no momento, ele anda meio deprimido pois enfrentou um ano terrível.
Para tentar lhe dar um sopro de ânimo - como teria feito o Criador com o homem de barro - resolvi promover seu blog entre os meus leitores, incluindo-o entre os blogs que eu leio sempre na relação aí à direita.
E para que a relação não fique muito extensa, decidi, também, excluir o blog do Xikinho da Rádio que não mais escreve. Ele partiu desta para melhor, está curtindo uma vida paralela no Second Life onde realiza seus sonhos e planos impossíveis de se concretizarem na vida real.
Não é a primeira vez que retiro um blog da relação por falta do que ler. Acho que não será a última.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

PEQUENOS DIÁLOGOS POSSÍVEIS

O cara ligou para a casa do Dr. Olavo Busse. Alguém atendeu e ele perguntou:
- “Posso falar com Seu Olavo Busse?”
- “Ele acabou de sair.”
- “E a esposa do Seu Olavo Busse tá?”
- “Também não, saiu com ele.”
- “E os filhos do Seu Olavo Busse tão?”
- “O Dr. Olavo Busse não tem filhos.”
- “Não? Eu pensava que Seu Olavo Busse tinha.”
Como diria o Millor: desce o pano rápido.

domingo, 26 de dezembro de 2010

O SETE, SEU MISTICISMO E A CULTURA INÚTIL

Deus criou o mundo em sete dias e a semana possui sete dias que, em diversos idiomas, estão relacionados com o sol, a lua e alguns planetas:
Domingo  - dia do Sol
Segunda   - dia da Lua
Terça       - dia de Marte
Quarta     - dia de Mercúrio
Quinta     - dia de Júpiter
Sexta       - dia de Vênus
Sábado    - dia de Saturno
São sete os metais (ouro, prata, mercúrio, cobre, ferro, estanho e chumbo) e sete as notas musicais cujas denominações são uma homenagem à letra em latim do hino de São João Batista:
Ut (dó) queant laxis  - Para que possam
Resonare fibris         - ressoar as
Mira gestorum          - maravilhas de teus feitos
Famulli tuorum         - com largos cantos
Solve polluit             - apaga os erros
Labii reatum             - dos lábios manchados
Sancti Ioannis           - Ó São João
São sete os pecados capitais (Gula, Avareza, Soberba, Luxúria, Preguiça, Ira e Inveja) e, também, as virtudes para combater respectivamente os sete pecados (Temperança, Generosidade, Humildade, Castidade, Disciplina, Paciência, Caridade). São sete os sacramentos: batismo, crisma, eucaristia, penitência (ou confissão), ordenação, matrimônio, extrema-unção.
Na Bíblia, o sete está em toda parte: Deus descansou no sétimo dia; sete foi a quantidade de pães que Jesus multiplicou para alimentar a multidão; sobraram sete cestos de pães. Cristo expulsou sete demônios do corpo de Maria Madalena e disse que não devemos perdoar apenas sete vezes, mas, sim, setenta vezes sete; foram sete pessoas que se salvaram na arca de Noé; foram sete as pragas do Apocalipse, o qual está repleto de setes. Por que será que existem tantas citações referentes ao sete na Bíblia?
O Menorah, que tem sete letras, é o candelabro judaico de sete braços que representam a luz, a justiça, a paz, a verdade, a bevolência, o amor fraterno e a harmonia. O templo de Jerusalém levou sete anos, sete meses e sete dias para ser construído.
Segundo os ensinamentos judaicos, o universo é composto de sete céus: Vilon, Raki'a, Shehaqim, Zebul, Ma'on, Machon e Araboth que é o sétimo céu. Há sete sóis no apocalipse budista.
E pra não ficar por baixo, Maomé criou os sete céus do islamismo que são oito: Firdaus (o mais alto),‘Adn, Na’iim, Na’wa, Darussalaam, Daarul Muaqaamah, Al-Muqqamul Amin, Khuldi (o mais baixo)
A umbanda, que também tem sete letras, está igualmente repleta de setes: em suas falanges, encruzilhadas, flechas, raças, porteiras, na estrela de sete pontas, etc, e em suas sete Linhas (de Oxalá, de Iemanjá, de Xangô, de Ogum, de Oxóssi, de Cosme e Damião e dos Pretos Velhos).
São sete as maravilhas do mundo antigo (a Pirâmide de Quéops, os Jardins Suspensos da Babilônia, a Estátua de Zeus em Olímpia, o Templo de Artemis em Éfeso, o Mausoléu de Halicarmasso, o Colosso de Rodes e o Farol de Alexandria) e são sete as maravilhas do mundo atual. Mas, essas vivem mudando, não adianta relacioná-las. O que não muda são as sete artes: A música, a pintura, a escultura, a arquitetura, a literatura, a dança e o cinema.
São sete os anões da Branca de Neve (Dunga, Zangado, Atchim, Soneca, Mestre, Dengoso e Feliz); são sete as vidas do gato; é o sete que a gente pintava quando criança; e as menininhas cantavam “sete e sete são quatorze, três vezes sete vinte e um, tenho sete namorados só posso casar com um”.
São sete as cores do arco-íris (vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil, violeta) e foram sete os sábios da Grécia Antiga (Sólon, Pítaco, Quílon, Tales de Mileto, Cleóbulo, Bias e Periandro).
São sete os mares na ficção árabe da idade média (o Adriático, o Arábico, o Cáspio, o Mediterrâneo, o Negro, o Vermelho e o Golfo Pérsico). Sete dias é a duração de cada fase da lua. É a sete chaves que devemos guardar um segredo. Com sete letras apenas podemos escrever todos os algarismos romanos. Sete é o número de elementos de qualquer conjunto de pagode. E até o meu e-mail do gmail tem sete letras e três setes. Sete vezes eu votei no Lula.
E dizem que o casamento feliz tem que superar a crise dos sete anos que é o tempo para a renovação interna por que passamos ao longo da vida.
Tanto misticismo em torno do sete é algo inexplicável e muito complicado, é um bicho-de-sete-cabeças. Como a Hidra.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

É NATAL

Hoje, só existe o bem.
Secam-se as lágrimas,
Brotam os sorrisos,
O amor floresce em cada coração.
Há uma profusão de abraços,
Gestos e palavras são de afeto,
Sonhos se realizam, 
A alegria nos invade...
Somos todos crianças,
Somos todos iguais...
Tudo é só felicidade,
Confraternização cristã.
Hoje é Natal...
Feliz Natal.
Que seja Natal amanhã
E depois de amanhã...
Que sempre seja Natal. 

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

AINDA O SAMU DE MANGARATIBA

No dia 4, fiz uma postagem – intitulada SAMU de Mangaratiba – ironizando o novo serviço de saúde implantado em nosso município. Escrevi fundamentado no texto abaixo que recebi por e-mail de Heider Rangel – Assessor de Comunicação heider.rangel@mangaratiba.rj.gov.br
Telefone: (21) 2789-6024 e (21) 9992-7609 (celular plantão)
Superintendência de Comunicação - Felipe Barreto comunicacao@mangaratiba.rj.gov.br
Samu de Mangaratiba é inaugurado.
Quarta-feira, 1 de dezembro de 2010
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Mangaratiba foi inaugurado nesta quarta-feira (1). O projeto foi iniciado pela Secretaria de Saúde de Mangaratiba e teve as parcerias dos governos estadual e federal. O Samu de Mangaratiba é regional, ou seja, atenderá também as cidades de Angra dos Reis e Paraty.
Foram cedidas três ambulâncias pelo governo federal, sendo uma de Unidade de Suporte Avançado. O diferencial dela para as básicas é que esta é equipada com aparelhos de urgência, como desfibrilador e equipamentos de ponta, além de ser composta por um médico, um socorrista, enfermeiro e motorista. Nas unidades básicas, a equipe é formada por um enfermeiro, um socorrista e o condutor. No total, são 34 profissionais atuando na base de Mangaratiba, sendo sete médicos, sete enfermeiros, oito técnicos de enfermagem e 12 condutores.
“É bom frisar que esse Samu é regional, ou seja, quando a população ligar para o 192 será direcionado para Angra, que vai repassar o chamado para a base de Mangaratiba, onde será identificada a necessidade da ambulância, seja a avançada ou a básica”, disse o Secretário de Saúde Dr. Roger Campos que destacou o momento propício para a instalação do Samu.
Agora, vejo que no dia 13 fui honrado com um comentário de alguém que assina Luciano e afirma fazer parte da Coordenação Regional do Samu BIG. Reproduzo-o integralmente a seguir.
Luciano disse...
Caro Amigo, não pude deixar de ler tal comentário postado.
Como faço parte da Coordenação Regional do Samu BIG, e como um dos papeis do Samu é educação permanente e pesquisa e não somente atendimento às urgências, me sinto muito tranquilo em orientar quanto ao funcionamento do SAMU 192 BIG,
Vamos lá:
1º - Por que BIG?
R: Baia da Ilha Grande, composta pelos municípios de Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty.
2º - Quantas ambulâncias?
R: 3 em Mangaratiba = 1 Avançada e 2 Básicas
3 em Angra dos Reis = 1 Avançada e 2 Básicas
3 em Paraty = 1 Avançada e 2 Básicas
OBS: a informação de que as viaturas de Mangaratiba atenderiam em Angra ou Paraty está completamente incorreta.
3º - Todo chamado 192 quem atende?
R: todo chamado 192 cai na Central de Regulação em Angra dos Reis, onde o médico regulador avalia o grau de risco do chamado e determina qual a melhor viatura a ser enviada.
Ou seja: se o evento é em Angra, vai a viatura de Angra, se é em Paraty, vai a de Paraty, simples assim...
4º - Quais materiais tais viaturas dispõem?
R: USA (avançada): 2 ventiladores microprocessados, cardiofetal, cardiodesfibrilador, marcapasso transcutâneo, prancha, ked, head block, ou seja material de suporte avançado de vida.
USB (básica): DEA (desfibrilador externo automático), aspirador portátil, oxímetro de pulso, dentre equipamentos de extricação.
5º - Quando chamar o SAMU?
R: inconsciência, crise convulsiva, quedas, traumas, dificuldade respiratória.
13 de dezembro de 2010 13:17
Sugiro ao Luciano – que respeitosamente veio corrigir meu texto – que entre em contato também com a Superintendência de Comunicação da Prefeitura para que eles corrijam a informação que recebi e que está ainda no site da Prefeitura.
Informo ainda ao comentarista e aos leitores que o serviço telefônico 192 – responsável pelas chamadas ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência na cidade – ainda não está em funcionamento porque a empresa de telefonia Oi ainda não ativou o serviço. É o que diz o site da Prefeitura.
Ao Superintendente de Comunicação – Felipe Barreto – pergunto se o Luciano está com a razão. Em caso afirmativo, a informação que me foi enviada pela Superintendência está incorreta. Neste caso, terei que fazer nova postagem elogiando o serviço e sem qualquer ironia.

domingo, 19 de dezembro de 2010

MURIQUI JÁ ERA

Eram 19 horas, o som ao vivo – acima de 100 decibéis - dos quiosques 14, 15 e 16, chegava ao fim. Finalmente, poderia abrir portas e janelas do meu apartamento para receber o ar que vem da montanha ou do mar.
Que nada! Os carros de meliantes que foram atraídos ao local pela muvuca, abrem as malas e liberam um som ensurdecedor. Impunemente, a pornofonia do funk invade o meu apartamento. Oito imbecis pulam e rebolam na Av. Beira Mar. De repente, este som é superado por outro ainda mais absurdo. Os oito imbecis pegam o carro e se mandam.
Não vejo mais de onde vem esse outro som. Desço, vou até ao calçadão e vejo um outro carro de mala aberta na esquina da Rua Nestorzinho. É maior o número de meliantes. Talvez, vinte.
Chega uma viatura da guarda municipal para multar o veículo que faz a poluição sonora. O som para, mas os meliantes, liderados por um comerciante local, enfrentam a guarda. A turba circunda os três pobres coitados, afronta-os e os insulta. O comerciante peita um dos guardas municipais com palavrões.
Um deles chama a PMERJ pelo rádio. A confusão durou quase meia-hora até a chegada dos PMs armados. O comerciante baixinho e barrigudo abdicou da liderança e ficou calminho.
Eu, ali bem perto, assistia a tudo em frente à casa de um vizinho que veio falar comigo.
“Muriqui já era, acabou” – disse-me ele – “chamei minha filha de 16 anos para ir embora e ela me perguntou sugerindo se era para sempre.”
Os PMs e os guardas municipais apenas levaram um papo com os meliantes e ficou tudo por isso mesmo. Duvido que, pelo menos, o carro do som tenha sido multado.
Ontem, na madrugada de orgia em frente ao Lions, um motorista que por ali passava teve o carro chutado. Saiu do carro e meteu a arma na cabeça de um meliante. Felizmente, nada de grave aconteceu. Um morador ligou para a PMERJ que informou não poder atender porque duas viaturas estavam em serviço no Hotel Portobello.
Onde anda o novo secretário de segurança que chegou “com entusiasmo para uma ótima administração”? E afirmando que “vamos ampliar o choque de ordem com a Polícia Civil”.
A única mudança que vi foi a interdição, durante quase um mês, do quiosque 13 que fazia uma muvuca funkeira todo final de semana. Será porque em frente há o apartamento de um juiz que exigiu a interdição?
Apelo para o Dr. Anderson Ribeiro – delegado da 165ª. DP – que no início deste ano deu a partida para o choque de ordem que, hoje, está totalmente negligenciado.
Ou, então, que venha um juiz morar no meu prédio onde há um apartamento para alugar.

DURA NA QUEDA

Sou dura na queda
Ninguém me segura,
Minha pele escura
Não é de negar...
O que me alucina
É a nossa rotina,
Não posso calar.
Eu sou mulher demais
Pra me assumir...
Carente, eu quero mais
E você nem aí.
O seu dever você jamais exerce,
Em sua inércia você desconversa
E, nessa controvérsia,
Eu prefiro dormir.
Não vá pensar
Que é só casa e comida, coração,
A nossa vida não tem solução.
Já me decidi, posso até me machucar,
Mas, vou sair por aí,
E ninguém vai me censurar.

OBS.: Desde o dia 15 não escrevia no blog porque meu parceiro me trouxe quatro melodias para eu colocar letra. Pediu-me letras para serem cantadas por mulheres. Tive que adormecer o meu cromossomo-Y para que meu lado feminino aflorasse.
Surgiram quatro mulheres diferentes como se pode sentir nas letras das canções. Essa mulata aí de cima cansou do marido e está a fim de partir pra outra vida. A anterior tem um relacionamento homossexual com alguém que considera a relação um pecado. A outra foi abandonada e agora se vinga. E a primeira decidiu se entregar de vez e completamente ao amor proibido.
Nesse momento, o som ensurdecedor do funk na praia acaba de despertar meu cromossomo-Y e posso novamente fazer uma postagem normal.

PIOR QUE PECAR

Bem pior que pecar
É negar o perdão,
É julgar que o amor se desfaz
E é fugaz como qualquer paixão.
O amor é infinito,
Não importa o delito
Que se cometer.
Meu amor é infinito, eu repito,
Enquanto viver.
Bem pior que pecar
É chorar, é sofrer,
É negar o prazer...
Bem pior que pecar
É tentar me esquecer
E deixar de viver.
Nosso amor é conflito,
Assim está escrito,
Não é pra entender...
É amor, não é mito,
É o que há de mais bonito
Entre eu e você.

FRIO NA ESPINHA

Senti um frio na espinha
Embargar minha voz...
Sofri, mesmo assim eu parti
Numa gana feroz.
Minha revolta mantive
Calada no peito
Muito tempo após
Desfeito o par que fomos nós.
Mas, ninguém me viu chorar,
Nem sabe o que eu passei
Nem do que fui capaz.
Só Deus sabe o que eu chorei,
Como sofri demais, como eu penei.
Agora, vem você pedindo pra voltar,
Me enganar com nova traição.
Não vai acontecer,
Você vai ver: não vou dar mole não.
E até pode crer,
Estou pagando pra ver você sofrer.

DOR ANTIGA

Amor, hoje o nosso enredo
Não é mais segredo,
Me faça o que quer...
Amor, quero ser teu brinquedo,
Eu não tenho mais medo,
Serei tua mulher.
Teu corpo imerso no meu,
Dentro dos braços teus,
Vou ao encontro com Deus...
Quero esquecer dos fracassos
De antigos abraços, meu amor...
Vem, por ardor ou favor,
Seja lá como for.
Vem, nesse ato ofegante,
Fecundar tua amante,
Namorada e amiga.
Vem, trazer felicidade,
Vem matar a saudade
E a minha dor tão antiga.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

USO DA INTERNET NO BRASIL

Bruno Cardoso escreve sobre comunicação e jornalismo em seu site (http://ojornalista.com/). Lá, estão relacionados livros das diversas áreas da comunicação que ele encontrou na internet e que podem ser baixados livremente de maneira legal.
Pra quem estuda ou pretende estudar comunicação ou tem interesse pelo tema é um site imperdível e obrigatório.
Ele, também, compilou informações sobre o uso da Internet no Brasil. E preparou o infográfico abaixo elaborado com base no Censo 2010, em uma pesquisa da F/Nazca e em dados do Ibobe Net Ratings.

Achei muito interessante e o reproduzo para maior divulgação.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

WIKILEAKS

Wiki - pronuncia-se uíqui ou víqui – é uma coleção de documentos em hipertextos. Leak – pronuncia-se líki - significa vazamento. Wikileaks é, portanto, uma coleção de documentos vazados ou obtidos de forma não oficial. Geralmente são documentos secretos.
WikiLeaks é um site anarquista e libertário que divulga documentos secretos há anos, mas ganhou destaque internacional este ano, com três vazamentos.
No primeiro, publicou um vídeo confidencial, feito por um helicóptero americano, que mostra um ataque contra dois funcionários da agência de notícias Reuters e outros civis. O segundo tornou públicos 77 mil arquivos secretos americanos sobre a guerra do Afeganistão. O terceiro divulgou mais 400 mil arquivos expondo ataques, detenções e interrogatórios no Iraque.
Cerca de 250 mil documentos diplomáticos confidenciais do Departamento de Estado dos EUA foram divulgados pelo site WikiLeaks. Revelaram detalhes secretos da política externa americana entre dezembro de 1966 e fevereiro deste ano. São 251.288 documentos enviados por 274 embaixadas em todo o mundo, inclusive no Brasil.
Exemplos:
1. O rei Abdullah, da Arábia Saudita, repetidamente pediu aos EUA para atacar o Irã e destruir seu programa nuclear, além de ter aconselhado Washington a "cortar a cabeça da cobra" enquanto ainda havia tempo
2. Diplomatas americanos barganharam com outros países para ajudar a esvaziar a prisão de Guantánamo, realocando detentos. Por exemplo, foi pedido que a Eslovênia aceitasse um prisioneiro se quisesse agendar um encontro com o presidente Barack Obama. A República de Kiribati recebeu oferta de milhões de dólares de incentivos para aceitar detentos muçulmanos chineses. Em outro caso, aceitar mais presos foi descrito como "uma forma de baixo custo para a Bélgica alcançar proeminência na Europa". O presidente Lula não aceitou receber prisioneiros de Guantánamo no Brasil.
3. Os Estados Unidos pediram em março de 2008, um mês antes da última eleição presidencial paraguaia, informações detalhadas sobre os candidatos que incluíam "dados biométricos, incluindo impressões digitais, imagens faciais e dados para reconhecimento da íris, e DNA".
4. O Ministro da Defesa Nelson Jobim confirmou um boato anterior segundo o qual Evo Morales – presidente da Bolívia - estaria com um tumor no nariz. Jobim disse ao embaixador americano que Lula convidou Morales a fazer exames e tratamento em um hospital de São Paulo. Fofoqueiro, Jobim, que esteve presente ao encontro entre Lula e Morales, comentou que o tumor talvez explique por que Morales pareceu desconcentrado e não estava como costuma ser nesse encontro e em outras reuniões recentes.
A Folha de São Paulo é uma das sete publicações no mundo que têm acesso aos vazamentos antes que sejam divulgados no site. O jornal teve acesso aos 2.903 documentos que mencionam o Brasil e foram produzidos aqui ou no Departamento de Estado americano, em Washington. Alguns podem ser lidos em português, outros em inglês aqui.
WikiLeaks é exemplar para demonstrar a importância da internet, dos sites e dos blogs, na comunicação e difusão de informações que a imprensa não publica. Jornais de todo o mundo curvaram-se em reverência ao australiano que criou o site e, hoje, está preso na Inglaterra.

Minha homenagem a Julian Assange que revolucionou a informação e jamais se sentiu atraído pelo esconderijo do anonimato.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

ERA TUDO VERDADE

WikiLeaks revela que Serra entregaria o pré-sal às empresas estrangeiras. É o que informa hoje a Folha de São Paulo no texto abaixo:
As petroleiras americanas não queriam a mudança no marco de exploração de petróleo no pré-sal que o governo aprovou no Congresso, e uma delas ouviu do então pré-candidato favorito à Presidência José Serra a promessa de que a regra seria alterada caso ele vencesse.
É isso que mostra telegrama diplomático dos EUA de dezembro de 2009 obtido pelo site WikiLeaks (http://www.wikileaks.ch/). A organização teve acesso a milhares de despachos. A Folha e outras seis publicações têm acesso antecipado à divulgação no site do WikiLeaks.
"Deixa esses caras [do PT] fazerem o que eles quiserem. As rodadas de licitações não vão acontecer, e aí nós vamos mostrar a todos que o modelo antigo funcionava... E nós mudaremos de volta", disse Serra a Patricia Pradal, diretora de Desenvolvimento de Negócios e Relações com o Governo da petroleira norte-americana Chevron, segundo relato do telegrama.

O despacho relata a frustração das petrolíferas com a falta de empenho da oposição em tentar derrubar a proposta do governo brasileiro.
O texto diz que Serra se opõe ao projeto, mas não tem "senso de urgência". Questionado sobre o que as petroleiras fariam nesse meio tempo, Serra respondeu, sempre segundo o relato: "Vocês vão e voltam".
A executiva da Chevron relatou a conversa com Serra ao representante de economia do consulado dos EUA no Rio. O cônsul Dennis Hearne repassou as informações no despacho "A indústria do petróleo conseguirá derrubar a lei do pré-sal?".
O governo alterou o modelo de exploração - que desde 1997 era baseado em concessões - obrigando a partilha da produção das novas reservas. A Petrobras tem de ser parceira em todos os consórcios de exploração e é operadora exclusiva dos campos. A regra foi aprovada na Câmara este mês.
A Folha teve acesso a seis telegramas do consulado dos EUA no Rio sobre a descoberta da reserva de petróleo, obtidos pelo WikiLeaks.
Datados entre janeiro de 2008 e dezembro de 2009, mostram a preocupação da diplomacia dos EUA com as novas regras. O crescente papel da Petrobras como "operadora chefe" também é relatado com preocupação.
O consultado também avaliava, em 15 de abril de 2008, que as descobertas de petróleo e o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) poderiam "turbinar" a candidatura de Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil.
O consulado cita que o Brasil se tornará um "player" importante no mercado de energia internacional.
Em outro telegrama, de 27 de agosto de 2009, a executiva da Chevron comenta que uma nova estatal deve ser criada para gerir a nova reserva porque "o PMDB precisa de uma companhia".
Texto de 30 de junho de 2008 diz que a reativação da Quarta Frota da Marinha dos EUA, na época da descoberta do pré-sal, causou reação nacionalista. A frota é destinada a agir no Atlântico Sul, área de influência brasileira.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

NOVA ELEIÇÃO EM MANGARATIBA

Será no dia 6 de fevereiro que finalmente vamos eleger o novo prefeito.

"Por unanimidade, o TRE-RJ aprovou nesta terça-feira as Resoluções que disciplinam as eleições suplementares para a Prefeitura dos municípios de Campos dos Goytacazes e Mangaratiba. A votação em Mangaratiba e no primeiro turno em Campos vai ser no dia 6 de fevereiro, que coincide com a data prevista no calendário eleitoral aprovado para o município de Valença, na sessão de quinta-feira (2).
Nos três municípios, eleitores que se inscreveram ou fizeram a transferência do título até o dia oito de setembro de 2010 poderão participar do pleito. A 2ª via do título poderá ser
retirada na zona eleitoral até cinco de fevereiro, véspera da eleição.
De 15 a 19 de dezembro ocorrem as convenções para definir a escolha de candidatos
a prefeito e vice-prefeito e as eventuais coligações. O requerimento de registro de candidatura deve ser apresentado à Zona Eleitoral responsável até as 19h do dia 20 de
dezembro.
A lista com a relação dos pedidos de registro apresentados pelos partidos e coligações deve
ser publicada até o dia 22 de dezembro. Todos os pedidos de registro,
mesmo os impugnados, devem ser julgados e publicados até 17 de janeiro.
A partir de 21 de dezembro, a propaganda eleitoral é permitida, inclusive na internet.
A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, se for o caso, terá início em 6 de janeiro e encerramento em 3 de fevereiro. Essa é também a data limite para que todos os recursos sobre pedidos de registro sejam julgados pelo TRE-RJ e as decisões publicadas.
Ainda em 3 de fevereiro, termina o prazo para a propaganda política mediante
comícios ou reuniões públicas e para a realização de debates.
Às 22h do dia 5 de fevereiro, véspera do pleito, encerra-se o prazo para distribuição de
material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade, divulgando jingles ou mensagens de candidatos."

domingo, 5 de dezembro de 2010

FLUMINENSE CAMPEÃO


Meu time fez de tudo para não ser campeão. Desde o primeiro jogo, quando perdeu para o Ceará por um a zero, nunca foi um time confiável. E, também, quando não conseguiu vencer o último colocado, empatando duas vezes com o rebaixado Grêmio Prudente. Com esses sete pontos perdidos já teria sido campeão desde a 35ª. rodada. Jamais conseguiu demonstrar em campo uma superioridade de campeão sobre os adversários. E quem tinha plena confiança no time antes da partida de hoje contra o rebaixado Guarani para quem perdemos no primeiro turno?
Eu vi todas as partidas e, sendo tricolor, posso falar com absoluta imparcialidade. A diretoria mandou embora o Maicon e o Alan, jovens promessas que demonstraram competência sob o comando do Cuca, outro que também foi demitido vergonhosa e irracionalmente. E trouxe de fora ex-jogadores “bichados” como Fred, Belleti, Deco e Emerson, todos à beira da aposentadoria. Quando os grandes times estrangeiros liberam esses caras é porque eles não dão mais no couro.
Contrataram o Murici que trouxe o Washington de volta e insistiu impunemente com ele, o artilheiro que em quinze partidas seguidas fez apenas um gol. Contra e de cabeça.
O Murici que não quis aproveitar outra grande promessa tricolor – o Wellington Silva – que com o Cuca só não jogou melhor do que o Conca.
Felizmente, o Fluminense tem o Conca – o grande craque do campeonato – que disputou todas as 38 partidas e foi o mais festejado hoje por todos. Jamais se contundiu nem foi suspenso. Nunca reclamou das faltas que sofreu de seus marcadores e sempre demonstrou absoluta dignidade em campo.
O Conca que tantas vezes colocou o Fred e o Washington na cara do gol e eles tropeçaram na bola ou a mataram na canela ou a chutaram para fora. O Conca que fez os gols necessários e perdidos pelos atacantes e foi o artilheiro do time.
Felizmente, o Fluminense também tem Diguinho - o maior ladrão de bola do futebol - o craque que o Murici quis barrar para colocar o Belleti enquanto a torcida gritava: “Belleti, não! Belleti, não!”. Uma torcida formidável que nos jogos contra o Cruzeiro fez a maior homenagem ao Cuca – vice-campeão - gritando o seu nome por minutos intermináveis. Com Diguinho no time, o Conca sempre jogou ainda melhor.
Felizmente, o Fluminense também tem Mariano, o lateral atacante que colocou diversas vezes o Fred e o Washington na cara do gol inutilmente. E tem o Carlinhos que, hoje, fez a jogada do gol da vitória.
Felizmente, o Fluminense teve a ajuda dos adversários que não souberam se aproveitar dos fracassos tricolores. O Corinthians, por exemplo, se tivesse vencido o Vitória na penúltima rodada seria agora o campeão apenas empatando com o rebaixado Goiás.
Vai ser revoltante se for o Fred, que pouco jogou e quase nada fez, quem vai levantar a taça de campeão amanhã na festa da CBF. Será revoltante ver agora o Murici, que tantas vezes escalou muito mal o time, ser exaltado pela imprensa.
Será triste ver o Conca como um simples coadjuvante desses incompetentes. A torcida mais bonita, criativa e inteligente que tem as torcedoras mais gostosas do país, porém, sabe a quem devemos esse campeonato.
Parabéns Conca, Diguinho, Mariano, Carlinhos. Os outros, sim, foram coadjuvantes.

sábado, 4 de dezembro de 2010

EPARREI, IANSÃ!

Hoje, é o dia de Iansã, a deusa do fogo, dos raios e do vento. É também o dia de Santa Bárbara.


"Iansã é a mulher guerreira que, em vez de ficar no lar, vai à guerra. São assim os filhos de Iansã, preferem as batalhas grandes e dramáticas ao cotidiano repetitivo.
Costumam ver guerra em tudo, sendo portanto competitivos, agressivos e dados a ataques de cólera.
Os filhos de Iansã costumam ser individualistas. Creem que, com a coragem e a disposição para a batalha, vencerão todos os problemas.
São quase que invariavelmente de Iansã os personagens que transformam a vida num buscar desenfreado tanto de prazer como dos riscos.
São fortemente influenciados pelo arquétipo da deusa aquelas figuras que repentinamente mudam todo o rumo da sua vida por um amor ou por um ideal. Faz parte dos filhos de Iansã a maior arte dos militantes políticos.
Ao mesmo tempo, quando rompem com uma ideologia e abraçam outra, vão mergulhar de cabeça no novo território, repudiando a experiência anterior de forma dramática e exagerada, mal reconhecendo em si mesmos, as pessoas que lutavam por idéias tão diferentes. Talvez uma súbita conversão religiosa, fazendo com que a pessoa mude completamente de código de valores morais e até de eixo base de sua vida, pode acontecer com os filhos de Iansã num dado momento de sua vida.
Da mesma forma que o filho de Iansã revirou sua vida uma vez de pernas para o ar, poderá novamente chegar à conclusão de que estava enganado e, algum tempo depois, fazer mais uma alteração tão ou mais radical ainda que a anterior.
O temperamento dos que têm Oyá como Orixá de cabeça costuma ser instável, exagerado, dramático em questões que, para outras pessoas não mereceriam tanta atenção e, principalmente, tão grande dispêndio de energia.
São do tipo Iansã aquelas pessoas que podem ter um desastroso ataque de cólera no meio de uma festa, num acontecimento social, na casa de um amigo e, o que é mais desconcertante, momentos após extravasar uma irreprimível felicidade, fazer questão de mostrar, a todos, aspectos particulares de sua vida.
Ao mesmo tempo, é um caráter cheio de variações, de atitudes súbitas e imprevisíveis que costumam fascinar (senão aterrorizar) os que o cercam e os grandes interessados no comportamento humano.
Os filhos de Iansã são atirados, extrovertidos e chocantemente diretos. Às vezes tentam ser maquiavélicos ou sutis. A longo prazo, um filho de Iansã sempre acaba mostrando cabalmente quais seus objetivos e pretensões.
Eles têm uma tendência a desenvolver vida sexual muito irregular, pontilhada por súbitas paixões que começam de repente e podem terminar mais inesperadamente ainda. São muito ciumentos, possessivos, muitas vezes se mostrando incapazes de perdoar qualquer traição que não a que ele mesmo faz contra o ser amado.
Ao mesmo tempo, costumam ser amigos fiéis para os poucos escolhidos para seu círculo mais íntimo.
Um problema, porém, pode atrapalhar tudo: a inconstância com que vê sua vida amorosa; outros detalhes podem também contaminar os aspectos profissionais.
Todas essas características criam uma grande dificuldade de relacionamentos duradouros com os filhos de Iansã. Se por um lado são alegres e expansivos, por outro, podem ser muito violentos quando contrariados; se têm a tendência para a franqueza e para o estilo direto, também não podem ser considerados confiáveis, pois fatos menores provocam reações enormes e, quando possessos, não há ética que segure os filhos de Iansã, dispostos a destruir tudo com seu vento forte e arrasador."
N.L..: um filho de Xangô e Iansã não acredita em tudo isso. Mas, em grande parte sim.

SAMU EM MANGARATIBA

Se você pretendia sofrer uma parada cardiorrespiratória somente para ser um dos primeiros a utilizar o desfibrilador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Mangaratiba, pode ir tirando o cavalinho da chuva. O SAMU não é somente de Mangaratiba, é também de Angra dos Reis e de Paraty.

As três unidades cedidas pelo governo federal atenderá toda a população da Costa Verde. Apenas uma ambulância é uma Unidade de Suporte Avançado equipada com aparelhos de urgência como desfibrilador e equipamentos de ponta, além de ser composta por um médico, um socorrista, enfermeiro e motorista. Nas outras duas, consideradas básicas, a equipe é formada apenas por um enfermeiro, um socorrista e o motorista.
O SAMU terá como base a praia do Saco, mas como a população daquelas duas cidades é quatro vezes maior que a nossa, as ambulâncias passarão a maior parte do tempo atendendo os moradores de lá.
Quando alguém ligar para o 192 pedindo socorro, será direcionado para Angra que vai repassar o chamado para a base de Mangaratiba, onde será identificada a necessidade da ambulância, seja a avançada ou a básica. É o que diz a Prefeitura. Só não entendo por que não fazem a ligação direta com as ambulâncias e como vão identificar a necessidade do tipo de unidade.
Imagina você tendo uma parada cardiorrespiratória aqui em Muriqui: alguém liga para o 192. Com sorte, será atendido em Angra por alguém de boa vontade que, imediatamente, passará o pedido para a praia do Saco. Aí, um outro alguém terá que decidir que tipo de unidade será encaminhada para o atendimento. Duas unidades básicas estão atendendo em Angra e a avançada em Paraty. Esse outro alguém decidirá, então, pela ambulância que está mais próxima de Mangaratiba.
E você, que precisa do desfibrilador, não terá o atendimento essencial para o seu caso. Já era, cara!
Melhor não sofrer uma parada cardiorrespiratória.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

NOTÍCIAS DUVIDOSAS

Como Sísifo, o jornalista tem que, diariamente, empurrar com as próprias mãos uma enorme pedra montanha acima, até o topo, vê-la rolar montanha abaixo e ter que começar tudo de novo.
Na mitologia, Sísifo, que teria sido um dos primeiros gregos a dominar a escrita, desafiou os deuses e foi condenado a essa tarefa sem sentido por toda a eternidade.
Mestre da malícia e dos truques, Sísifo foi um dos maiores ofensores dos deuses mitológicos. Camus considerava Sísifo o herói do absurdo.
É dura a vida de jornalista, ter que encher páginas e mais páginas em branco com palavras e fotos todo santo dia. Quando faltam palavras, aumenta-se o tamanho das fotos e incluem-se notícias inúteis, absurdas e duvidosas.
Leiam esta notícia absolutamente inútil: “O universo pode ter três vezes mais estrelas do que foi antes calculado pelos cientistas, diz estudo publicado no site da revista "Nature" nesta quarta-feira. Segundo as novas estimativas, elas seriam pelo menos 300 sextilhões, ou o número três seguido de 23 zeros.”
Que importância tem para nós mortais a quantidade de estrelas no universo? Agora, uma notícia absolutamente absurda: “O Ministério Público de São Paulo apresentou, nesta sexta-feira, recurso contra a sentença da juíza Kenarik Boujikian Felippe, da 16ª Vara Criminal, que condenou o médico Roger Abdelmassih a 278 anos de reclusão pelos crimes de estupro e atentado violento ao pudor contra 37 pacientes da clínica de fertilização que ele mantinha em São Paulo. Para os promotores, a pena de 278 anos de reclusão é baixa, uma vez que foi aplicado o mínimo legal para cada tipo de crime praticado.”
Os caras não têm o que fazer? Ou apenas querem aparecer? Não sabem que a condenação máxima é de trinta anos?
Mas, o que eu queria mesmo falar é sobre as notícias duvidosas. São quase todas as publicadas, porém, esta vem recebendo cada vez mais espaço na pauta diária. É sobre as denúncias de abusos feitas por moradores contra os policiais que investigam o tráfico no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro.
“Das dezenas de relatos de desrespeito aos direitos humanos feitos no boca-a-boca, desde a entrada da polícia, apenas 32 foram registrados e, destes, quatro se transformaram em procedimentos oficiais de investigação. Considerando os 300 mil moradores de toda a área ocupada, é uma denúncia para cada 9.375 pessoas.”
Ou seja, queixou-se apenas 0,01% dos moradores. Os bandidos devem ter deixado no local um percentual muito maior de parentes, amigos e assessores que, talvez, tenham o objetivo único de desmoralizar a polícia.
“Entre as queixas apuradas, estão os casos do pastor Ronai de Almeida Lima Braga Júnior, que diz ter tido R$ 31 mil furtados por PMs; da diarista Cleonice Madalena de Freitas, que reclama de móveis quebrados e um cacho de bananas roubado; e do Padre Barnabé, que apontou a quebra de objetos na capela São José.”
O caso do “pastor” é sintomático. Então, ele recebe 31 mil reais, deixa em casa e vai passear, porra! Para com isso. E ainda diz que o dinheiro foi resultado de um acordo trabalhista cujo documento também foi levado pela polícia. Pra cima de mim?
Houve também o caso de uma velhinha que disse ter sido furtada em dois mil reais cuja origem não declarou. O que fazia uma velhinha carente com dois mil em casa?
“Bagunçaram a sala e a cozinha toda, Secretário, roubaram até a minha banana — disse Cleonice a José Mariano Beltrame durante a caminhada do secretário de Segurança pelo Alemão.”
Fico imaginando os policiais arrumando a casa e as gavetas após a imprescindível revista: vão levar anos para revistar todas as casas. E imaginem o policial saindo da casa com um cacho de bananas nas costas.
“Deveria haver mandados judiciais específicos para entrar na casa dessas pessoas. Essa parte da operação é inconstitucional” — avaliou o sociólogo Ignácio Cano, pesquisador do Laboratório de Análise da Violência da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).
Assim, não vai levar anos, mas décadas para fazer o serviço completo.
Enfim, isso é justificável porque os jornalistas precisam preencher páginas e mais páginas em branco e, todo dia, levar sua enorme pedra até o alto da montanha.
Bom era no tempo dos matutinos que não circulavam às segundas e dos vespertinos que não circulavam aos domingos. Havia um dia de descanso na semana para os jornalistas e, principalmente, para os leitores.
Melhor ainda é ser blogueiro que escreve quando quer e pode, às vezes, ser acometido de uma preguiça judiciária que ninguém liga.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS

Repugna-me e me causa nojo ver anônimos covardes exporem toda a sua sordidez difamando quem quer que seja.
Falar de uma pessoa em particular não fica bem neste humilde blog que se restringe somente ao direito inalienável de opinar sobre a vida pública de homens e mulheres públicos.
Comentários escatológicos sobre mim eu até aceito e não retiro do blog. Como este a seguir que está lá desde o dia 20 de setembro. Os erros são da inescrupulosa e nefasta víbora que quer tomar porrada na cara.
“Anônimo disse...
Materparaste de pertubar os quiosquis, agora tu ameaça bater em mulher tu ta ficando maluco, se interna.”
Quero esclarecer que jamais agredi uma mulher. Nem pretendo, pois sempre tive quem fizesse o trabalho sujo para mim. Portanto, não será a primeira vez que uma grande amiga o fará.
Estou falando isso porque fui obrigado a retirar cinco comentários anônimos que insultavam e difamavam uma pessoa querida e admirada por todas aquelas que têm carater. E, agora, recebo um comentário anônimo e amigo na postagem intitulada “MELHOR IDADE” em resposta àqueles que fui obrigado a retirar.
Agradeço e volto ao assunto para dizer que sei quem é a anônima maléfica e maledicente que tentou enlamear o meu blog.
Sei que ela foi expulsa da Rua Tibagi, em Bangu, pela vizinhança que não mais a suportava. Para ela, eu arrumei o emprego que tem até hoje. Dei-lhe o computador no qual ela deve ter digitado aqueles comentários absurdos e indecorosos. Emprestei-lhe dinheiro inúmeras vezes. Permiti que frequentasse a minha casa e se tornasse “amiga” de minha mulher.
E, agora, para essa mente enlameada, eu sou um velho maluco. Sabem por quê? Porque minha mulher, não suportando mais a víbora malévola e aproveitadora, terminou o relacionamento. Fez como o marido dela que se mandou com outra.
Quase ninguém mais quer se relacionar com ela. Quase todos querem dela apenas distância pois falta-lhe honra, vergonha e sobra-lhe infâmia na alma. Ela não tem caráter e não suporta ver outras pessoas bem relacionadas e queridas. Não é à toa que ela é conhecida em Muriqui como a serpente.
É como a estória da cobra e do vagalume que eu conto a seguir:

A COBRA E O VAGALUME
Conta a lenda que uma serpente começou a perseguir um vagalume.
O vagalume voava cada vez mais alto e, como uma estrela, brilhava cada vez mais.
A víbora venenosa não conseguia alcançar o vagalume mas não desistia.
Um dia, o vagalume do alto de sua majestade questionou a serpente:
- Eu pertenço a sua cadeia alimentar?
A víbora diz que não.
- Eu lhe fiz algum mal?
A serpente diz que não.
- Eu somente lhe fiz bem, então por que quer tentar me destruir?
A víbora traiçoeira então confessa: “É que eu não suporto ver você brilhar”.
MORAL DA ESTÓRIA: É IMPRESCINDÍVEL SELECIONAR AS PESSOAS EM QUEM CONFIAR E DEDICAR AMIZADE.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

MANGARATIBA ELEGERÁ 13 VEREADORES EM 2012?

A população de Mangaratiba foi a que mais cresceu no Sul Fluminense. O censo de 2010, divulgado hoje, registra uma população de 36.311 habitantes e um crecimento de 45,82% em relação ao censo de 2000.
Esse aumento assim tão significativo trará como benefício mais verbas federais e estaduais para o município e ao mesmo tempo já mostra sinais de superpopulação com as invasões nas encostas de Muriqui. Mangaratiba bem que poderia ficar com o aumento médio de 11,13% verificado em todo o estado.
Esse crescimento demográfico de Mangaratiba, porém, ainda é maior nas cidades litorâneas e fronteiras ao campo petrolífero do Norte Fluminense. Lá, o destaque foi Rio das Ostras onde a população quase triplicou - de 36.419 para 105.757 habitantes - com um crescimento de 190,39%. Fico consternado com o que ocorreu naquela antes tão agradável cidade e espero que o mesmo não aconteça aqui quando começarem as extrações de petróleo do pré-sal.
Outro resultado do crescimento demográfico de Mangaratiba será o aumento do número de representantes na Câmara Municipal. Hoje, temos apenas nove e em 2012 poderemos eleger até 13 vereadores.
É o que determina o art. 1º da Emenda Constitucional aprovada pelo Senado em 2009:
Art. 1º O inciso IV do caput do art. 29 da Constituição Federal passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 29. ......................................................................
IV – para a composição das Câmaras Municipais, será observado o limite máximo de:
a) nove Vereadores, nos Municípios de até quinze mil habitantes;
b) onze Vereadores, nos Municípios de mais de quinze mil habitantes e de até trinta mil habitantes;
c) treze Vereadores, nos Municípios de mais de trinta mil habitantes e de até cinqüenta mil habitantes;
d)...............................................................................
Vai ficar bom para o Cledson e para o Banana que, com sua votação em 2010, credenciaram-se a se eleger em 2012.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

"ZEU, CADÊ O MACHÃO?"

Gritavam em coro os moradores do Alemão quando o traficante Elizeu Felício de Souza foi capturado pela Polícia. Publico a foto para que os racistas vejam um policial negro prendendo um bandidão branco. 
Zeu está condenado pela morte do jornalista Tim Lopes. O bandido foi beneficiado com a progressão de pena para o regime semiaberto em 2007 e não retornou mais à prisão.
No momento da prisão de Zeu, um pai entregou o filho traficante, à Polícia. A mãe de um outro entregou-o direto na delegacia da área. Ambos, talvez, sejam indivíduos passíveis de recuperação. Não sei se será o caso dos outros 118 capturados até agora.
Outros eventos ficaram marcantes nas reportagens sobre a invasão da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão. Um popular sorridente contava que, quando chegou ao portão de casa, sentiu um impacto no braço e viu o sangue escorrer. Foi um tiro que ele nem queria saber de que arma partiu. Os pais da menina morta – a única vítima fatal - emocionados, não exigiram justiça e só pediam a Deus que a morte dela não tivesse sido em vão. Os moradores batiam palmas para os invasores, crianças se abraçavam às pernas dos soldados. Todos davam declarações de frente para as câmeras, não escondiam o rosto nem ficavam de costas. Alguns juízes deixaram a preguiça de lado e expediram mandados de busca, apreensão e prisão com agilidade nunca vista antes.
Polícia Militar, Federal, Marinha, Exército e Aeronáutica, provaram ser possível invadir uma favela sem que houvesse uma batalha sangrenta.
O Exército somente correu para oferecer ajuda depois que a Marinha já tinha entrado no morro com seus blindados. O argumento para a inércia era que o Exército existe para preservar a ordem constitucional e que o soldado não está preparado para uma ação policial. Mas, os generais tiveram que se curvar à decisão do presidente Lula de invocar a preservação da ordem pública e permitir que os tanques blindados da Marinha subissem a Vila Cruzeiro.
Alguns “abalizados” comentaristas de segurança, políticos e jornalistas, repetiam o óbvio afirmando que apenas o domínio do território não basta, que são necessárias políticas públicas no local para combater o tráfico.
Políticas públicas? O Complexo do Alemão já recebeu obras do PAC, unidades de saúde, creches, centro profissionalizante, moradias, pontos de cultura e lazer, o teleférico - que vai ser inaugurado ainda no Governo Lula - e vai levar o morador do alto do morro à estação de metrô. Claro que é preciso manter essas conquistas e ampliá-las, e também instalá-las noutras comunidades de todo o país. É óbvio que as escolas de lá precisam oferecer um bom ensino. Lógico que é preciso abrir novas oportunidades de trabalho e renda.
Tudo isso é o óbvio que, agora, mais do que nunca, será um objetivo político dos governos federal, estadual e municipal, já que todos os holofotes estão dirigidos para aquelas comunidades.
Outros “abalizados”, porém, minimizam o domínio do território que, em sua opinião, amanhã se tornará novamente um local de venda de tóxicos.
O que os “abalizados” não dizem é que não se pode perder de vista as bandas podres da polícia, da OAB, do poder legislativo e do judiciário, além da burguesia viciada em drogas. Todos estes sempre tiveram um papel preponderante no processo.
Sempre haverá venda de drogas enquanto houver mercado para o seu consumo. “O problema agora - disse Beltrame - é que uma parte do território nacional, o complexo do Alemão, não podia ficar mais sob o controle do terror e da ditadura dos traficantes”.
Isso acabou. O Estado agora controla o local, assim como controla o Santa Marta, a Cidade de Deus, o Borel e outras favelas onde já foram instaladas UPPs.
Ainda se vende drogas nestes locais? Sim, e daí? A corrupção somente chegará ao fim quando morrer o último corrupto e não surgirem novos. O tráfico somente terminará quando deixar de existir o viciado em drogas. É possível isso acontecer?
O importante é que foi a maior baixa no crime organizado: em seu arsenal, em seus estoques de drogas e veículos, na grana que deve atingir mais de 50 milhões e em seu pessoal. Isso deve melhorar a segurança pública como um todo e tornar mais fácil retomar o controle de outras áreas, além de deixar o Rio mais tranquilo e confiante.
Ia me esquecendo: a vida real mais uma vez imita o cinema e deixa os chefões do crime para serem castigados no final do filme. Vai chegar a hora de FB e Pezão.

domingo, 28 de novembro de 2010

A MELHOR IDADE

Vou ao Banco Itaú mensalmente, apenas uma vez e somente para depositar o que recebo em cheques. Faço todo o resto pelo Itaú Bankline.
Este mês, lá em Itaguaí, havia gente pra cacete. As filas se confundiam. Identifiquei um senhor de cabelos brancos que parecia ser o último de uma fila e perguntei: “Esta é a fila dos anciãos?”
O coroa não gostou e respondeu sério: “Aqui é a fila da melhor idade”.
Fiquei na minha, mas, de imediato, senti o que o politicamente correto faz com a mentalidade das pessoas. Não aceitam mais uma piada tão inocente e caseira. Faz com que elas levem a sério a sua própria seriedade e passem a crer naquilo que é contrário à realidade mas que é difundido impunemente.
Eu posso falar porque já passei dos setenta. Minha melhor idade foi aí entre os 30 e 50 anos de idade.
Não existe melhor idade que essa. A não ser para os atletas. É quando a gente já sabe pra que veio ao mundo. Já superou todos os obstáculos, sabe o que quer e tem absoluta confiança em si próprio. Não precisa mais tentar parecer o que não é de fato. Pode mostrar-se por inteiro, despido de vaidades e não se incomoda mais com as críticas.
Aos 50, porém, você percebe que é o começo do fim. Seu prazo de validade está se esgotando.
Considero, porém, que a propaganda enganosa da melhor idade até que favorece o famoso “pé-na-cova” oferecendo-lhe motivos para sorrir à beira da própria sepultura.
Algum mérito, portanto, possui esse tipo de politicamente correto. Mas, nem tudo que é politicamente correto tem méritos. Principalmente para mim que considero os apelidos algo genial e sou politicamente quase incorreto.
É dureza ter que falar do anão como um deficiente vertical, ele sempre será o pintor de rodapé; chamar o negão de afrodescente em vez de picolé de asfalto; o branco azedo de cidadão caucasiano desprovido de pigmentação mais evidente; não se pode dizer que a mulher feia nasceu pelo avesso, mas, sim, que ela tem um padrão de beleza divergente dos preceitos estéticos contemporâneos; o gordo – o famoso rolha de poço – e o magro – conhecido como pau de virar tripa – são cidadãos fora do peso ideal; o careca – ou pouca telha – passa a ser o indivíduo desprovido de pelos na cabeça.
Felizmente, a guerra contra o terror está mandando o politicamente correto para o brejo. Permitiu que voltássemos a pronunciar e escrever favela. Uma das palavras mais bonitas do idioma, além de ser fabulosamente poética.
A mídia e as autoridades esqueceram do termo comunidade que é o politicamente correto.

OBS.: o antepenúltimo parágrafo foi lambido do http://www.dzai.com.br/blogdadad/blog/blogdaddad a minha professora de português.

sábado, 27 de novembro de 2010

TÁ TUDO DOMINADO

As forças de repressão dominaram a Vila Cruzeiro, cercaram o complexo do Alemão e deram o ultimato aos bandidos. É rendição ou morte.

Três advogados pombos-correios, mensageiros dos traficantes presos, estão na cadeia. A decisão foi do juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 1ª Vara Criminal de Bangu, que determinou que eles sejam encarcerados em presídios fora do Rio.
O judiciário decidiu entrar na guerra, está expedindo mandados de prisão com extrema velocidade e determinou o bloqueio de todos os bens das famílias dos traficantes.
As mulheres de dois traficantes e a tia de outro também foram enjauladas. Uma terceira está sendo procurada. Segundo a polícia, todas as pessoas que vivem ou já viveram com o dinheiro do tráfico serão presas.
Quero ver pais e irmãos trancafiados. Se esses bandidos tiverem algum sentimento em relação a seus parentes mais próximos, eles vão se render.
Enquanto isso, moradores da favela da Grota, localizada no Alemão, fazem um protesto pedindo paz. São hipócritas ou estão cumprindo ordens do tráfico.
E vem um estrangeiro – pesquisador da Anistia Internacional – dizer que “Esta violência é totalmente inaceitável e que a resposta da polícia colocou em situação de risco as comunidades".
Por falar em comunidades, todos voltaram a falar em favelas, inclusive a mídia. Com a guerra, até o politicamente correto vai pro brejo.
Ele também expressou seu temor de que a operação de segurança em andamento no Alemão derive em maior derramamento de sangue e quer que o governo brasileiro atue dentro da lei. O cara é americano – Patrick Wilcken – e devia se meter é com a legalidade da guerra do Iraque e não querer inventar aqui uma guerra sem derramamento de sangue.
O infeliz ianque lembrou que em 2007 ocorreu uma operação similar - similar, porra nenhuma - no complexo do Alemão, onde as mortes de 19 pessoas nunca foram esclarecidas, apesar da comissão de direitos humanos ter afirmado que ocorreram execuções extrajudiciais.
Quem deu guarida a esse palpiteiro internacional, publicando suas preocupações com os direitos dos bandidos, foi O Globo, cuja TV livrou os fujões da Vila Cruzeiro de serem massacrados pelo BOPE.
Infelizmente, há cidadãos que torcem contra e não veem o momento histórico pelo qual passamos.
Só podem ser cidadãos (confessos) de segunda classe.

P.S.: 1) 32 bandidos se renderam e entregaram-se às forças de repressão.
        2) Agora, são 19h30m, a TV diz que o Alemão será invadido a qualquer momento. Não acredito nessa invasão noturna. O importante, agora, é não deixar a bandidagem dormir. Amanhã, bem cedinho, quando o dia começar a clarear é domingo. O povo trabalhador dormirá até mais tarde. Quem estiver nas ruas é bandido. Essa será a hora da invasão.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

GUERRA AO TERRORISMO

Agora não mais existe bala perdida. Não mais importa quem matou o bandido terrorista. A imprensa hipócrita não mais defenderá seus direitos nem exigirá que a polícia atue dentro da legalidade. É guerra.

Em cinco dias, são quase cinquenta mortos - acho que se suicidaram - e apenas um inocente atingido. Lamento por ela, uma jovem estudante. Mas, é guerra. Outros sofrerão.
Felizmente, nenhum policial levou um tiro fatal. Se algum morrer que seja um daqueles “laranjas podres” que passam informações e dão guarida e proteção para as bocas de fumo.
É com satisfação que vejo a Marinha entrar nessa guerra terrestre. Se fosse marítima, talvez, o Exército entrasse nela.
“O Exército não ofereceu nada. Nem sei se está de prontidão. Mas, não posso me meter. O que posso dizer é que a Marinha está ajudando” – disse o Secretário de Segurança José Mariano Beltrame – “pedi à Polícia Rodoviária Federal um reforço nas estradas da Baixada Fluminense. Rapidamente eles nos atenderam”.
Muitos pensam que os bandidos reagem às UPPs implantadas, mas não. Os bandidos terroristas apenas mandam um recado às autoridades cariocas: “Não queremos UPPs nos complexos do Alemão e da Maré.”
Quebraram a cara. As polícias civil e militar, junto com a Marinha, acabam de invadir a Vila Cruzeiro e botaram os bandidos pra correr. Com armamento pesado, caçam esses terroristas.
É esse o verbo: caçar. E como não estão caçando passarinhos, a ordem é matar. Eliminar o terror.
Os chefes do tráfico foram estúpidos ao implantar o terror no estado. Agora, a repressão é total, violenta e determinada como deverá ser sempre.
O BOPE saiu das telas do cinema e invadiu as favelas para arrebentar e dominar o território. Eleição somente ocorrerá em 2012, portanto, nenhum político vai combater a hostilidade da repressão. Como disse o coronel comandante do BOPE: “Nós não começamos esta guerra. Fomos provocados a entrar nela e vamos sair vitoriosos.”
O povo trabalhador das favelas conquistadas que não se exponha e ajude a polícia a acabar com o terrorismo. Os pais e mães desses bandidos que façam o “mea culpa” e lembrem-se de que todos eles foram criancinhas indefesas e inofensivas.
Os viciados em tóxico e aqueles que somente o consomem nas festas que assumam a sua responsabilidade.
O povo pacífico e responsável de todo o Rio tenha a certeza de que
as forças de repressão estão no controle.

P.S.: 1) Hoje, no sexto dia, o Exército entrou na guerra. Parece que a Aeronáutica também. Foram presos 192 bandidos. Espero que o judiciário não mande soltá-los.
        2) Um amigo do BOPE me informou, agora, que os bandidos fujões da Vila Cruzeiro não foram metralhados porque a TV Globo transmitia ao vivo a fuga deles. O comandante mandou cancelar a operação de caça para que o massacre não fosse transmitido ao vivo. A bandidagem deve essa à TV Globo.