Total de visualizações de página

terça-feira, 7 de agosto de 2012

A GROSSERIA DO SUPERINTENDENTE

“Acho que o sr como professor fala muitas asneiras!!...”

Com tal ausência absoluta de urbanidade, o Sr. João Luiz – Superintendente de Trânsito de Mangaratiba – iniciou seu comentário no blog do Professor Lauro – NOTÍCIAS DE ITACURUÇÁ – sobre a sua negativa de colocação de redutores de velocidade solicitada pelo Professor quando era presidente da Associação de Moradores da Brasilinha.
O Professor Lauro respondeu com toda a dignidade e, SMJ, isto é, salvo melhor juízo, aniquilou a argumentação do superintendente, tal como o advogado de defesa do José Dirceu destruiu as acusações do Roberto Gurgel.
A grosseria com o Professor me faz acreditar que o superintendente não tem mesmo qualquer preparo para lidar com o cidadão que, com seus impostos, paga o salário dele, como eu apenas supus quando relatei o que disse a Karolina Rocha.
Em comentário de ontem neste meu humilde e sarcástico blog, o superindentente não foi tão grosseiro e até tentou escrever corretamente; entretanto, iniciou afirmando que “Minha (N.L.: a dele) capacidade vai muito além da sua, ainda que o senhor tentasse achar o grau do meu QI no Alcorão sua capacidade ainda seria de se lamentar”.
Devo dizer que se formos julgar pela sua escrita no blog do Professor Lauro que é, no momento, o único termo de comparação existente entre nós, a sua capacidade e o seu QI são deploráveis.
Quanto à citação do Alcorão, confesso que não entendi, mas vamos ao que interessa e tornar visível o seu comentário como faço sempre com todos aqueles que recebo.
João Luiz disse...
SR Lacerda, é com grande satisfação que venho respondê-lo.
Minha capacidade vai muito além da sua, ainda que o senhor tentasse achar o grau do meu QI no Alcorão sua capacidade ainda seria de se lamentar.
Vamos ao que interessa, sou morador de Mangaratiba há 53 anos onde na década de 90 houve uma invasão desenfreada de ônibus de turistas e farofeiros cuja reputação não foi bem vista.
Devo lembrar que em 1993 foi aprovada na câmara dos vereadores e sancionada pelo então prefeito, José Miguel Olímpio Simões, lei que proíbe ingresso de ônibus e alterada pela lei 571/2007 com ênfase no seu artigo 6º (deverá ler) que rege e ampara os cidadãos mangaratibenses e rede hoteleira e pousadas onde as permissões para o ingresso estão contidas nos cumprimentos da lei.
Ademais quero lembrar que enquanto for superintendente de trânsito jamais vou deixar de cumprir o que regem as normas, sejam elas municipais, estaduais ou federais.
A título de observação, a maioria dos grupos que tentam adentar aos nossos distritos são apenas para explorar o que temos de melhor, praias, montanhas, cachoeiras etc, sendo seus impostos recolhidos integralmente nos municípios vizinhos e nós ficamos com nossas ruas, praças e calçadas quebradas pelos seus mega ônibus de turistas vindo de outros hotéis sem falar na grande quantidade de lixo que deixam nas embarcações que são descarregadas posteriormente em nosso cais. Quanto a meu descontentamento com meu salário, realmente eu ganho pouco, porém, quanto a meus bens, tenho muito mais que podem imaginar para meu sustento e de minha família sem tocar nos bois e cavalos que tanto comentam.
Talvez o senhor devesse usar suas críticas para ajudar nosso município (que tanto parece gostar) ou o senhor é mais um dos que só querem criticar por não ter nada mais a oferecer?
Não creio que o senhor seja uma dessas pessoas, que só estão ocupando espaço e fazendo peso na terra.
Quanto as criticas direcionadas a mim pela citada senhora, não leve em conta haja vista que essas pessoas que representam grupos turistas, vem em busca do lucro fácil, como já disse antes, o ônus fica para o mangaratibense e o bônus para Angra dos Reis!
E não será diferente receber desses, dessa ou daqueles, críticas similares. Cumpro religiosamente as leis que amparam o nosso município e seus munícipes.
Quanto ao que foi relatado por ela, há muita fantasia em seu relato mas não vou me estender nem me me justificar, pois não acho necessário. SMJ para aqueles que compreendem.
6 de agosto de 2012 15:31”

Sem mais comentários.

4 comentários:

leila castro disse...

Lacerda, eu ri muito com o Alcorão!!!!
Tentei decifrar o enigma, mas confesso que só me restou boas risadas.

No Peixe o superintendente já estava cansado e me poupou...

LACERDA disse...

Eu vi. Acho que foi porque você também o poupou e atacou todo o govermo pela atitude arrogante e prepotente que ele teve.
Eu e o Lauro poupamos o governo.

leila castro disse...

Sabe, penso que a responsabilidade sobre os atos de um funcionário, seja público ou de empresa privada, sempre recairão sobre o gestor.

As ações negativas e repetitivas que tanto incomodam a população e o bom andamento do serviço prestado, acontecem no topo da pirâmide. Não existe competência e qualidade em um governo incompetente.

Se fosse um caso pontual, teríamos como resposta a interferência natural dos mecanismos de controle administrativos ou uma ouvidoria eficiente que fizesse valer este controle.

Anônimo disse...

Leila e Lacerda> Não deveria dar atenção a esse senhor que de senhor nem merece ser chamado, pois uma pessoa que lida com o público não pode ser prepotente e arrogante.
Na verdade ele PENSA QUE É O XERIFE DE MANGARATIBA....COITADO! "XERIFE DO GOVERNO CAPIXABA MANGARA CITY!