Total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

PALAVRAS BRILHANTES

Após um ano terrível e uma longa temporada sem escrever, o meu mais novo amigo blogueiro volta à ativa. Bem-vindo companheiro e obrigado por me citar na excelente postagem que reproduzo abaixo. Retirei apenas a sua declaração de voto pois poderia parecer que fosse a minha também. Ainda não me decidi.
Leia a postagem completa em PALAVRAS ACESAS.

"A chance de virar uma grande cidade
By Felipe Barreto


A política numa cidade pequena tem suas peculiaridades.
A primeira – e para mim a principal – é que o cidadão não sabe usar o poder que possui como cidadão. Quando cito poder, não pense em teorias anárquicas ou corruptas. Relaciono o poder à essência da cidadania, da participação ativa como indíviduo que paga impostos, tem o direito de votar, mas não cumpre seu dever de cobrar. Ah, vá! Vai me dizer que você não sabia que é sua essa obrigação?
Nossa democracia é representativa, ou seja, elegemos alguém que nos representa, mas que na verdade, sequer nos simboliza. É um sistema incompleto. O político eleito só vai agir se a sociedade cobrar dele. Não com armas, baixaria ou baderna. Simplesmente exigindo.
Dessa ausência de interação saudável entre governo-sociedade, segue-se à segunda peculiaridade da política em uma cidade pequena: mesmo estando tão próximo do político, do líder, a pessoa se camufla, se mascara. Sob a desculpa de que “pode ser perseguido”, “sofrer retaliações”, etc, o indivíduo deixa de agir como cidadão, veste a carapaça anônima e sai cuspindo os maiores absurdos contra tudo e contra todos.
É uma oposição sem rosto. Este cidadão acaba se tornando um covarde ao transmutar seu direito de reivindicar numa baixaria virtual sem fim e com o objetivo simples de baixar o nível das discussões que poderiam ser benéficas, se fosse pelo melhor da cidade.
Uma oposição que não critica os planos de governo, as ações administrativas, as políticas públicas. Existe uma matilha de anônimos que se auto-alimenta e faz multiplicar os boatos, histórias inverídicas e temas que praticamente não dizem respeito e não interessam de verdade ao eleitor, ao morador. Como cidadão, muito mais me importa se a rua será asfaltada do que se o vereador tem caso com X, traiu Y ou tem um comportamento sexual Z.
As redes sociais (blogs e orkut) não trocam informações, mas “Kkkkks”, perfis fakes. Até há alguns – mais politicamente polidos – que preferem o termo “pseudônimo” e que fazem críticas ao governo. Mas qual a credibilidade que uma pessoa pode ter em querer travar um debate se não dá a cara para bater? A transparência que se cobra do governo ganha tons ainda mais opacos nos comentários na internet.
É um verdadeiro bullying virtual – expressão que tomo a liberdade de furtar do meu parceiro-blogueiro Lacerda, de Muriqui. Numa cidade pequena, a contra-informação tem mais peso do que a informação. Em certas situações, o boato tem mais valor do que a notícia séria, apurada. A boa notícia, o fato feito pela Prefeitura, ganha logo ares de ‘golpe’ ou é desconstruído de forma mesquinha e pequena pela quadrilha de atiradores sem rosto. Triste.
Chego a esse ponto porque a cidade que escolhi para viver – Mangaratiba – vive um verão atípico. O município respira as eleições suplementares para prefeito, que serão realizadas no dia 6 de fevereiro. É uma aula de política para qualquer jornalista que está acostumado ao cerimonialismo das altas esferas de poder.
O futuro prefeito terá um mandato tampão – menos de dois anos. Infelizmente, isso é ruim para os prefeitáveis mas pode acabar sendo bom para a população. Por quê? Simples. Eleito, o alcaide terá que fazer um belíssimo governo, pois seu principal adversário não será a oposição, mas o calendário."

4 comentários:

marcia superando disse...

Sem comentários, além do "muito bom!". Dei uma espiada no blog dele e li o post completo, muito bom mesmo!

Felipe Barreto disse...

Queridos,

Agradeço demais pelos comentários recebidos. Mas minhas palavras não brilham. Parafraseando Cartola, elas apenas exalam o perfume que roubam de vocês.

Pronto, rasguei a seda de vez! Kkkkk

philliplourd disse...

Muito bom Felipe !!! Sem rasgação de seda ate porque vc nao me conhece, em materia de noticias/jornalismo local, vc é o CARA! Acompanho sua página/web e os seus comentários em outros blogs, e nao tenho mais dúvidas, vc é o mais lúcido da wem em Mangaratiba.
Parabéns, nao pare, va em frente!

GALERAZP disse...

FELIPE PARABENS!!!!

VC É 10 MEU IRMAO.

MANGARATIBA PRECISA DE GENTE ASSIM!

BJAO NO CORAÇÃO.