Total de visualizações de página

terça-feira, 17 de julho de 2012

CHEIOS DE CHARME

A campanha eleitoral em Mangaratiba me faz lembrar do meu tempo de estudante no colegial. Um tempo de parodiar as músicas que tocavam no rádio.
Músicas de sucesso mesmo eram aquelas que ganhavam uma paródia que fazia esquecer a letra original.
Quem lembra desta?
“Soldado correndo de calção, atração indecente.”
Em 2008, alguns candidatos a vereador e um a prefeito se apropriaram da criatividade alheia, parodiando músicas de sucesso nos jingles da campanha.
Agora, novamente e cheios de charme, candidatos a vereador continuam a dar mau exemplo com a apropriação indébita de melodias que estão ou estiveram em evidência. O sucesso das “empreguetes” é uma delas. O Charlie Brown do Benito de Paula é outra. Se apoderaram até do "tcha, tcha-tcha-tcha, tchu-tcha". Devem haver mais algumas.
É muito mais fácil do que criar um jingle original e não custa nada fazer uma paródia.
Pra mostrar como é fácil, lembrando daqueles bons tempos e diante do frio que anda fazendo em Muriqui, decidi fazer uma paródia de Ronda, composição de Paulo Vanzolini:

De noite, que doida vontade
Me dá de mijar, sem levantar...
Cansado, com sono, com frio,
Sinto um calafrio, não vou suportar...
Fico na cama contido, durmo apertado, encolhido,
O sonho agonia me dá, nele vou urinar.
Ah! Se eu pudesse e acordasse depressa,
ao banheiro corria... 
Desisto, a corrida é inútil, isso é covardia.
Mas sei que em minha sonolência
Eu não posso urinar, hei de agüentar.
Acordo sentindo a torrente,
Um líquido quente a jorrar sem parar.
Sei que esse dia, então, vai ser o meu dia de cão...
Ela se zanga a gritar "quero um novo colchão".

N.L.: e por falar em campanha eleitoral, vejam esta notícia publicada hoje no Extra Online:

“O PSC quer barrar a candidatura da deputada estadual Andreia Busatto (PDT) à Prefeitura de Mangaratiba.
O partido entrou com um pedido de impugnação na Justiça Eleitoral, na última sexta-feira (13), pelo qual apontou três supostas irregularidades praticadas pela moça.  Segundo a ação, Andreia tem filiação partidária fora do município onde vai concorrer - ela é do PDT de Itaguaí -, foi cassada e declarada inelegível por oito anos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e é casada com o prefeito de Itaguaí, Charlinho Busatto (PMDB), chamado pelo PSC de "prefeito itinerante".  A deputada e Charlinho foram cassados por abuso de poder político e uso eleitoral de veículo de comunicação nas eleições de 2010. A dupla continua em seus cargos graças a duas liminares."

2 comentários:

leila castro disse...

Faltou o KUDURO...

Já ouvi duas versões do "kuduro", duas das "empreguetes", duas do "eu quero tchu", uma do "ai se eu te pego"...

Bom, nunca te repondi sobre a campanha de 2008, em que vc acusava um dos candidatos de se apropriar de um "funk"... mas, aproveito agora para responder essa...

Aquela versão teve seus direitos autorais devidamente pagos...

Logo que a usamos, estava com um arranjo mais voltado para uma ciranda e depois foi incrementada com abatida do funk melody. Em Pernambuco foi usada com a ciranda mesmo.

Este ano o "MEU amigo Charlies" também se preveniu, afinal está em outro partido que orienta melhor seus candidatos...

LACERDA disse...

Então tá! Se você diz, eu acredito.
Mas ainda estou esperando aquela justificativa sobre os dois empregos em duas cidades.