Total de visualizações de página

sábado, 27 de novembro de 2010

TÁ TUDO DOMINADO

As forças de repressão dominaram a Vila Cruzeiro, cercaram o complexo do Alemão e deram o ultimato aos bandidos. É rendição ou morte.

Três advogados pombos-correios, mensageiros dos traficantes presos, estão na cadeia. A decisão foi do juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 1ª Vara Criminal de Bangu, que determinou que eles sejam encarcerados em presídios fora do Rio.
O judiciário decidiu entrar na guerra, está expedindo mandados de prisão com extrema velocidade e determinou o bloqueio de todos os bens das famílias dos traficantes.
As mulheres de dois traficantes e a tia de outro também foram enjauladas. Uma terceira está sendo procurada. Segundo a polícia, todas as pessoas que vivem ou já viveram com o dinheiro do tráfico serão presas.
Quero ver pais e irmãos trancafiados. Se esses bandidos tiverem algum sentimento em relação a seus parentes mais próximos, eles vão se render.
Enquanto isso, moradores da favela da Grota, localizada no Alemão, fazem um protesto pedindo paz. São hipócritas ou estão cumprindo ordens do tráfico.
E vem um estrangeiro – pesquisador da Anistia Internacional – dizer que “Esta violência é totalmente inaceitável e que a resposta da polícia colocou em situação de risco as comunidades".
Por falar em comunidades, todos voltaram a falar em favelas, inclusive a mídia. Com a guerra, até o politicamente correto vai pro brejo.
Ele também expressou seu temor de que a operação de segurança em andamento no Alemão derive em maior derramamento de sangue e quer que o governo brasileiro atue dentro da lei. O cara é americano – Patrick Wilcken – e devia se meter é com a legalidade da guerra do Iraque e não querer inventar aqui uma guerra sem derramamento de sangue.
O infeliz ianque lembrou que em 2007 ocorreu uma operação similar - similar, porra nenhuma - no complexo do Alemão, onde as mortes de 19 pessoas nunca foram esclarecidas, apesar da comissão de direitos humanos ter afirmado que ocorreram execuções extrajudiciais.
Quem deu guarida a esse palpiteiro internacional, publicando suas preocupações com os direitos dos bandidos, foi O Globo, cuja TV livrou os fujões da Vila Cruzeiro de serem massacrados pelo BOPE.
Infelizmente, há cidadãos que torcem contra e não veem o momento histórico pelo qual passamos.
Só podem ser cidadãos (confessos) de segunda classe.

P.S.: 1) 32 bandidos se renderam e entregaram-se às forças de repressão.
        2) Agora, são 19h30m, a TV diz que o Alemão será invadido a qualquer momento. Não acredito nessa invasão noturna. O importante, agora, é não deixar a bandidagem dormir. Amanhã, bem cedinho, quando o dia começar a clarear é domingo. O povo trabalhador dormirá até mais tarde. Quem estiver nas ruas é bandido. Essa será a hora da invasão.

7 comentários:

leila castro disse...

Amigo,

Sabe, eu procuro sempre controlar minhas reações a situações como esta que estamos vivendo no RJ.
Na verdade, não só nesta, mas em todas em que poderemos ter nossas emoções exarcerbadas e acabamos cometendo erros.

Eu sempre penso que polícia é polícia e não posso admitir que cometa "justiça", por termos leis que são burladas, por termos um judiciário falho ou por deixarem seu "treinamento" de lado e agirem por serem simplesmente humanos.

Eu também penso que um pouco de "politicamente correto", delimita um pouco até onde podemos ir com nossas opiniões pessoais sobre instigar ou pedir para que a forma correta de agir seja deixada de lado e torcer para ir a "forra".

Só que nem sempre nós, os cidadãos sem poder, conseguimos ser assim ou podemos pensar assim.

Faço força mesmo! Só que sinceramente, gostaria muito de ver todo o Alemão esvaziado destes bandidos, porém quando raciocino sem as emoções, peço que a tropa prenda estes bandidos, e mostre que lei, normas e regras servem para dar o rumo certo a sociedade.

Só assim, não teremos as exceções e não permitiremos que os limites sejam rompidos por todos os lados.

Assim, em alguns momentos quero "vingança" social e em outros quero somente a "justiça social".

Será que consegui me fazer entender? Fico doidinha quando não consigo me expressar de forma fácil.
Normalmente isto acontece quando a emoção se sobrepôe a razão.

LACERDA disse...

Como sempre disse, eu sou politicamente quase incorreto. E falo o que penso. Razão e emoção têm o mesmo peso no que escrevo.
Não permito que a preocupação com o politicamente correto perturbe o meu espírito.
Querer vingança social é um direito seu e não se pode exigir justiça em uma guerra.
Sem emoção não se chega a nada, a lugar nenhum. A razão é imprescindível, mas a emoção é absolutamente necessária até pra chupar um picolé.
(Acho que o meu guru Nelson Rodrigues foi o autor da última frase)

leila castro disse...

Lacerda,

Já pensou como ficamos furiosos quando os Bolsonaros da vida afirmam que oa matança dos opositores era necessária?

São situações diferentes, mas que abrem caminho para as exceções.

Dominar as emoções, não significam abafá-las. Só que devemos passá-las pelo crivo da razão. E vice-versa.

Assim, tentamos o equilíbrio para viver em sociedade e em família.

Eu só tento não deixar que o monstro que habita em mim, consiga esmagar a lindinha que mora em meu coração.

LACERDA disse...

Que comparação, heim?
PelamordeDeus, não faça isso.

leila castro disse...

Deixe de se fazer de desentendido!

A comparação é válida! Quem acredita nisto, pensa que está cheio de razão.

São as exceções que foram abertas e que assimilam como certas. As consequencias são desastrosas para a sociedade.

Então vamos de esquadrão da morte.... muitos achavam ótimo, e você?

E as milícias? Acha certo? Eu disse que aplaudir matanças e desvios de rota, causam consequencias que não avaliamos no momento dos aplausos.

LACERDA disse...

GUERRA É GUERRA!
Milícia, esquadrão da morte, tortura, etc, são outra coisa.
Você sabe muito bem disso.

Marcia Olivieri... Superando... disse...

Pois é... as vzs ela fica apaixonada demais por certas convicções... Leila, bandido bom é bandido morto e enterrado em pé para não ocupar espaço! (copiei a frase por achar interessante)... Estou cansada dessa bandidagem que alicia jovens, que mata sem sequer dar mais um tempinho para o cidadão sair do seu veículo ou entregar sua bolsa... que arrasta por km uma criança pelas ruas presa ao cinto de segurança... Sei que não é o seu caso Leila,mas,para mim, pensar em calma e direitos para alguns é pura hipocrisia! Eu te amo Leila! Nãote chamei de hipócrita!