Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de julho de 2010

EI-LA AQUI, ESTA MULHER

Que mal-me-quer, que bem-me-quer, que sempre se irrita comigo...
Só quero ser seu amigo, não importa se ela é feia, se é bela,
Se é branca, negra, quem sabe?, amarela...
Nem sei se é mesmo mulher, não sei se existe sequer.
Mas, ei-la aqui, essa dama, mulher nobre, tem fama, requinte e opinião.
Tem também bom coração, demonstra ter sentimentos, cultura, bons argumentos.
Não sei se é mesmo mulher, nem sei se existe sequer.
Mas, eu a amo e admiro quando vem neste retiro discordar do que escrevo.
Eu reajo, sei que não devo, mas, é que sou de leão,
Um bicho bravo, brigão, e, quando quer, muito ordinário.
Quem será essa mulher? Só sei que ela é de aquário.

3 comentários:

leila castro disse...

Um leão que não me assusta e muito me encanta.

Não sou capaz de te agradecer tão bonito assim.

Vou de Cora Coralina:

Saber Viver
Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar
Cora Coralina

Sou mulher, não sei sequer é se existo!

leila castro disse...

Quando li o título, pensei que ia me irritar novamente. Pensei que era para Dilma......
E acabou sendo um chamego para um dia tão turbulento como tive hoje.

LACERDA disse...

Ei-la, o astro do meu blog.