Total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de maio de 2011

"BÉSAME MUCHO"

Somente hoje soube do falecimento de Consuelo Velazquez, autora desta canção que foi a trilha sonora do meu romance com minha mulher.
Atualmente, ainda me emociono quando ouço “Bésame mucho”. Sempre me vêm à mente inúmeras e românticas lembranças.
Consuelo Velazquez compôs esta canção de letra tão simples e melodia tão marcante em 1940. "Eu a escrevi antes de completar 20 anos quando ainda não havia sido beijada, tudo foi produto da imaginação", disse a autora mexicana quando perguntada sobre o amor que lhe tinha inspirado a canção.
“Bésame mucho” deu a volta ao mundo. Foi uma das músicas mais interpretadas nos últimos 70 anos e traduzida em mais de 20 idiomas.
“Bésame, bésame mucho
Como si fuera esta noche la última vez
Bésame, bésame mucho,
Que tengo miedo perderte,
Perderte después...
Quiero sentirte (ou tenerte) muy cerca,
Mirarme en tus ojos, verte junto a mí...
Piensa que tal vez mañana
Yo estaré lejos, muy lejos de ti”
Abaixo, Consuelo interpreta a melodia ao piano.

Para mim, as melhores e mais marcantes interpretações foram as seguintes.
1) Ficou emocionante com a orquestra de Ray Conniff:

2) A melhor interpretação feminina foi com Connie Francis:
3) Uma bela interpretação masculina com Lucho Gatica:
4) Elvis Presley também gravou a canção:
5) Quem diria, até os Beatles gravaram:

6) Uma interpretação francesa e erótica com Dalida:

7) Trini Lopez botou muito molho na interpretação:

Inúmeros outros artistas famosos gravaram “Bésame mucho”: Frank Sinatra, Julio Iglésias, Luis Miguel, Paul Anka, Gregório Barrios, Nelson Gonçalves, Simone, João Gilberto, etc, etc, etc e et cetera.
“Bésame mucho” é a canção que qualquer compositor gostaria de ter feito.
Ela também me dá muita pena dos jovens amantes de hoje em dia.

Um comentário:

leila castro disse...

Esta música era a preferida de meu pai!

Não sei o motivo dele, mas sei que ela também me faz bem.