Total de visualizações de página

sábado, 26 de julho de 2014

RODRIGO BETHLEM x VANESSA FELIPPE

Ela de descendência árabe, porém cristã. Ele de descendência judaica.
Ela eu conheci ainda criança. Ele conheci já vereador. Aliás, um excelente vereador que não foi reconhecido pelos eleitores e não conseguiu se reeleger.
Ela não ajudei a se eleger deputada federal. Ele sim, ajudei a ser deputado federal. Fiz os jingles de suas campanhas em 2006 e 2010.
Votei nele em 2010 e mereci um comentário seu neste blog (AQUI). Sinto-me culpado, o que me obriga a registrar o conflito árabe-judaico-financeiro-conjugal entre os dois. 
Formavam um belo casal. Gosto dos dois e rogo pela paz entre eles.
E, por isso, “Prefiro não comentar”, como sempre diz a Copélia (Arlete Sales) na comédia “Toma lá, dá cá” (toda sexta-feira, às 21 horas, no canal Viva).
Digo apenas que político é como fralda descartável. Quando suja, trocamos e jogamos fora.
Esta é a grande vantagem que temos sobre os políticos. Devíamos poder fazer o mesmo com os inatacáveis e poderosos membros do poder judiciário.

N.L.: ainda bem que já tinha declarado meu voto, na próxima eleição, em Jandira Feghali para deputada federal.

9 comentários:

Eduardo,o imbecil disse...

Lacerdão.O senhor sempre anda em más companhias.Aí aí aí , vai acabar de castigo.Seu feio.

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Confesso que desconhecia sobre as origens dos ex-consortes, mas é certo que a briga entre eles não tem muito a ver com os conflitos entre árabes e judeus. Dá para perceber que é por causa de dim dim como muitas das vezes agente vê por aí. O cara deixa de pagar a pensão e a mulher joga os fétidos dejetos no ventilador... Sobre esses esquemas, lamentavelmente são práticas corriqueiras da política brasileira e duvido que um prefeito esteja limpo quando o escândalo vem à tona.

LACERDA disse...

Pois é, Rodrigo...

E ele diz na gravação que daria a ela 45 mil mensais.
Leia aqui: http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2014/07/gravacoes-revelam-que-bdeputado-rodrigo-bethlem-recebia-propinab-na-prefeitura-do-rio-e-mantem-conta-na-suica.html

Eduardo,o imbecil disse...

Inacreditáveis as bobaginhas que vcs trocam.Tolinhos e bobocas.Não me canso de me surpreender.Como vcs conseguem ser tão babacas???

Anônimo disse...

"Ela com descendência árabe, porém cristã. Ele com descendência judaica." Não sabia que eles tinham filhos separados, e muito menos que fossem árabes ou judeus!!! Brincadeiras à parte, o que você quis dizer é "Ela DE descendência árabe, porém cristã. Ele DE descendência judaica." Ou ainda "Ela com Ascendência árabe, porém cristã. Ele com Ascendência judaica." Vamos aprender de uma vez por todas?!?

Eduardo,o imbecil disse...

Ainda bem que ecologicamente não usem papel para dizer tanta bobagem.Fiquem na internet.A Natureza agradece.

LACERDA disse...

Ao anônimo,

Muito obrigado. Corrigi. Valeu.

Luciano Caldeira sanches disse...

DENÚNCIA Nº 1:

Eu, Luciano Sanches, venho por meio deste, apresentar denúncia contra a “Associação Comunitária Seara de Luz”, estabelecida na Rua Dr. Plínio de Moraes, 40, Bairro Asteca, Santa Luzia/MG, CNPJ: 01.105.995/0001-18;

Presidente: Maria Madalena Soares Neves
Conselheiro fiscal: Adalberto Batista Neves

Denúncias:
Uso de verbas em proveito próprio, de convênios do estado junto à prefeitura de Santa Luzia.
Falsificação de assinaturas dos outros membros da associação, na elaboração das atas que apresentam a prestação das contas para a prefeitura.
Para a mudança de diretoria para o período atual, vários membros anteriores não estavam presentes.
Uso de notas fiscais frias.
Eles usam cadastro de pessoas que não recebem nenhum benefício da associação.
OBS: Maria Madalena Soares Neves é vulgarmente “laranja” do marido.

Configuração de crime: formação de quadrilha.
Artigo 288 do Código Penal - Decreto-lei 2848/40
Art. 288 - Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para o fim de cometer crimes:

Adalberto Batista Neves se faz passar por empresário de futebol para justificar o dinheiro,
Promove-se, junto com dois filhos jogadores de futebol, através de matérias pagas em jornais. Ele é integrante de outras associações comunitárias, conforme pode ser averiguado junto à Receita Federal.

Também a creche CENTRO INFANTIL Dr. HÉLIO TOSTES disfarça os crimes de desvio de verbas, perante as autoridades por ser uma obra social, mas que já tem outros recursos.
Presidente: Graziele Soares Neves (filha laranja do estelionatário)

Eles usam esta creche como fachada para sensibilizar e desviar a atenção dos desvios de verbas.

uma atitude típica de BANDIDOS como traficantes e mafiosos que fazem obras caridosas para esconder os seus crimes.

OBS: após esta minha denúncia os nomes das instituições foram alterados para:
INSTITUTO COMUNITÁRIO SEARA DE LUZ
INSTITUTO INFANTIL Dr. HÉLIO TOSTES

OBS: eu estou ciente da seriedade desta acusação.



http://www.jusbrasil.com.br/diarios/53505157/doemg-judiciario-24-04-2013-pg-5
- Procedimento Preparatório nº MPMG-0245.12.000067-5, instaurado em 22/04/2013 . Assunto: PATRIMÔNIO PÚBLICO . Representante(s): LuCIANO CALDEIRA SANCHES . Representado(s): ASSOCIAÇÃO COMuNITÁRIA SEARA DE LuZ.
OBS: uma cópia desta denúncia já foi encaminhada à procuradoria da Prefeitura de Santa Luzia, ao CMAS, ao SEDESE e ao Servas.

DENÚNCIA Nº 2:
Eu, Luciano Sanches, sob as penas da lei (Código Penal - Decreto Lei 2848/40 Art. 139: "Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação."), declaro que Adalberto Batista Neves, (RG: M-27.967, CPF: 311.189.176-34) (vulgo tomazini), é um ESTELIONATÁRIO que se faz passar por olheiro e empresário de futebol para atrair e enganar jovens candidatos a jogadores, aplicando golpes com promessas de carreira no futebol.
EMPRESA usada pelo estelionatário:
http://www.bellaprojecione.com/

Telefones para contatos:
OBS: insistir em caso de estar fora de área, porque depende do lugar onde eu estiver.
CLARO: . 31-8232-6797
OI: .........31-8547-1169
TIM: ..... 31-9392-0987
VIVO: ... 31-9624-6699

Obrigado pela atenção,
Luciano

Luciano Caldeira Sanches disse...

http://luciano-denuncia.blogspot.com.br/