Total de visualizações de página

domingo, 12 de maio de 2013

FLORDELIS, A SUPERMÃE

Mulher destemida, ex-moradora da favela do Jacarezinho, mãe determinada que desafiou a justiça por amor aos filhos. Uma linda e incrível mulher que abriu mão de sua juventude e do seu futuro profissional para viver a missão de amar o próximo.
Assim começa a sinopse do filme Flordelis – um conjunto de depoimentos e cenas jornalísticas – que conta a história real de uma heroína contemporânea que adotou 37 crianças e as criou junto de seus quatro filhos biológicos.
Além da óbvia complexidade de ter 41 filhos dentro de casa, Flordelis enfrentou outras adversidades em sua jornada, retratadas no filme e por ela mesma narradas.
Seu trabalho começou com o projeto “Evangelismo da Madrugada”. Consistia basicamente em sair de casa toda sexta-feira à meia-noite, perambulando de favela em favela do Rio de Janeiro, tentando resgatar jovens envolvidos no tráfico de drogas.
Enfrentou preconceitos sociais , grandes dificuldades econômicas , perseguições e até mesmo ameaças .
Flordelis ficou conhecida por seu trabalho de recuperação de crianças e adolescentes. Foi assim que as próprias mães, quando não tinham condições de criar os filhos, passaram a procurá-la pedindo ajuda.
As adoções começaram após uma ida à Central do Brasil. No meio da noite, Flordelis encontrou uma mãe que havia tido bebê há apenas 15 dias e lhe confessou ter jogado a criança no lixo. Ela resgatou a menina. Dias depois, um grupo de crianças foi até sua casa, buscando a segurança e a estabilidade de um lar. As portas estavam sempre abertas e foi assim que a família de Flordelis cresceu da noite para o dia.
A iniciativa de ajudar os outros trouxe-lhe problemas. Sem a documentação exigida pela Justiça para regularizar a situação das crianças, ela passou a ser perseguida e chegou a ter que fugir de sua casa com os filhos para não ser presa como sequestradora.
Diz ela que “Foi difícil fazer o filme. Tive que me lembrar de coisas que eu não queria mais lembrar, como a morte do meu filho, as fugas e a época em que moramos na rua. Mas hoje vejo que tudo valeu a pena” – e complementa - “Embora pareça loucura morar na favela e adotar esse monte de crianças, eu não fui atrás deles, eles vieram até mim, um a um, como presentes de Deus. E um presente como esse a gente não pode recusar”.
O elenco do filme “Flordelis” conta com Reynaldo Gianecchini, Cauã Reymond, Aline Moraes, Pedro Neschling, Erik Marmo, Letícia Sabatella, Fernanda Lima, Ana Furtado e muitos outros. Nenhum dos atores recebeu cachê. Cada um deles revive, em formato de depoimento, os dramas de alguns dos filhos de Flordelis, enquanto ela própria, como uma verdadeira “supermãe”, narra o drama de sua vida e se encarrega de deixar mensagens de otimismo e fé.
Flordelis dos Santos de Souza , 48 anos , casada , administradora, nascida e criada na favela do Jacarezinho, é uma cantora gospel de sucesso com diversos CDs gravados e tem um livro publicado.
Esta incrível supermãe fundou o Instituto Flordelis (AQUI) e cuida, hoje, de 50 filhos. É também pastora da Comunidade Evangélica Ministério Flordelis, localizada em São Gonçalo/RJ assim como o Instituto Flordelis.
Flordelis recebeu a ajuda do sociólogo Herbert de Souza - o falecido Betinho da ONG Ação da Cidadania - que durante 3 meses enviava alimentos para a grande família Flordelis, além de Pedro Werneck e Carlos Werneck - fundadores da ONG Instituto da Criança - que ainda a apóiam.
Hoje, 16 anos depois, reconhecida pela sociedade, ganhou o título de Cidadã Benemérita do Estado do Rio de Janeiro e a medalha Tiradentes na ALERJ.
A nossa homenagem neste Dia das Mães.

2 comentários:

Leila Castro disse...

Ela merece sua homenagem! Uma das mais belas "loucuras" que já tive notícias.
Beira a insanidade tanto amor e determinação! gosto disso!

LACERDA disse...

Ela própria se considera louca.