Total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de maio de 2012

FALTA DE RESPEITO

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes disse nesta terça-feira, ao Estadão, que nunca voou em avião de Carlinhos Cachoeira, mas que por duas vezes viajou em aeronaves cedidas pelo senador Demóstenes Torres.
O cara faltou com o respeito à inteligência de todos que sabem que o ex-senador nunca foi proprietário de aeronaves.
Isto é, os aviões foram cedidos ao Demóstenes pelo Carlinhos Cachoeira e, claro, o Gilmar sabia disso. Por muito menos, o  Carlos Lupi – ex-Ministro do Trabalho – foi crucificado.  Apenas por pegar carona em avião de um empresário no Maranhão. A imprensa não perdoou.
Gilmar disse mais: “A gente está lidando com gângsteres. Vamos deixar claro: estamos lidando com bandidos. Bandidos. Bandidos que ficam plantando essas informações... Dizem que Lacerda está assessorando o PT.”
Faltou com o respeito ao ex-presidente e a mim.
Chamou o Lula de bandido e disse suspeitar que Lacerda estaria divulgando "informações distorcidas, informações falsas" sobre sua atuação” – publica o Estadão.
O Globo diz que:  
Indignado com o que afirma ser uma sórdida ação orquestrada para enfraquecer o Supremo, levar o tribunal para a vala comum, fragilizar a instituição e estabelecer a nulidade da Corte, o ministro Gilmar Mendes afirmou que o Brasil não é a Venezuela de Chávez, onde o mandatário, quando contrariado, mandou até prender juiz.”
Faltou com o respeito ao presidente de uma nação amiga e com os outros dez juízes do STF.
E, novamente, desmente a Veja: ”A revista compôs aquilo como uma colcha de retalhos, a partir de informações de várias pessoas, depois me procuraram. Óbvio que ela tem a sua interpretação. O fato na essência ocorreu. Não tenho histórico de mentira.”

Faltou com o respeito ao seu próprio histórico e aos leitores da revista.
É como disse antes o Ministro Joaquim Barbosa naquele supremo barraco do tribunal: “V.Exa. está na mídia destruindo a credibilidade do judiciário brasileiro”.

A falta de respeito do Gilmar “Dantas” com seus pares e com os brasileiros conscientizados, porém, não pode ser motivo para alguém como o Luiz Carlos Alborguetti – jornalista policial, radialista e deputado estadual no Paraná, falecido em 2009 – desrespeitá-lo de forma tão infame e ofensiva como o fez no vídeo abaixo.
Afinal, o cara merece todo o nosso respeito como ministro do STF, como autoridade republicana e como homem. Nem os covardes anônimos daquela comunidade foram capazes de destilar tanto ódio e desrespeito contra os debilitados vereadores e os combalidos prefeitos de Mangaratiba.
Minha compostura e decoro de blogueiro sujo não me permite compartilhar com o discurso ofensivo do Alborguetti.

N.L.: aviso aos incautos que eu sei que o Lacerda citado não sou eu e que o vídeo é apenas uma montagem.

2 comentários:

leila castro disse...

Seu blogueiro imundo! rsrsrsrs

Esta postagem é uma pérola do universo de blogueiros.... principalmente os sujos!

Muito boa!

LACERDA disse...

É uma falta de respeito com a família dos meus leitores.