Total de visualizações de página

sábado, 5 de dezembro de 2009

MANGARATIBA É OURO, PRATA E BRONZE EM MATEMÁTICA

Deu no jornal O Dia de hoje. Notícia não é, mais parece matéria paga.
Competindo com estudantes de escolas tradicionais do Rio de Janeiro, alunos de uma escola de Mangaratiba foram os destaques.
Rio - Dez alunos, atualmente, são motivos de orgulho para o município de Mangaratiba e reflexos dos investimentos destinados à Educação na cidade. Jovens de 11 a 15 anos do Colégio Municipal Nossa Senhora das Graças, em Muriqui, se destacaram na Olimpíada de Matemática do Estado do Rio de Janeiro (Omerj).
Quatro conquistaram medalhas e seis receberam menções honrosas da organização do evento. Na próxima semana, a escola espera por mais uma possível conquista, quando serão conhecidos os vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).
No Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) foram conhecidos alunos e escolas vencedores. Ao lado de instituições de renome como Colégio Militar e Colégio Naval, a surpresa: o Colégio Municipal Nossa Senhora das Graças ficou em segundo lugar na classificação geral, no Nível 1 – Categoria Escola Pública Municipal.
Os responsáveis pelo expressivo resultado foram Júlia Cristo Santos Marques, de 12 anos, que conquistou o ouro; Gabriel Louis Freitas Teixeira, 12, e Vitória Marina Nacif de Oliveira, de 13 anos, conquistaram a prata, e o bronze foi conquistado por Laura Karoline Lorena Sette Figueiredo dos Santos. Bárbara Barbosa Batista, Rayan dos Santos Rodrigues de Sá, Mayara Tavares da Silva, Giulia de Lima Rasga, Cleane Cruz de Araújo e Rafael Blanchard também foram homenageados na olimpíada.

A secretária de Educação de Mangaratiba fez questão de agradecer à direção do colégio. “Gostaria de manifestar a alegria que senti ao receber a notícia da premiação. Sei que este prêmio vem mostrar que o trabalho desenvolvido pela unidade é sério e comprometido com a educação do município. Parabéns a todos”, disse a secretária.
Para a diretora da escola premiada as conquistas vieram para marcar os investimentos na área. “Agradeço a Deus e à secretaria de Educação pela atenção e apoio que dispensa ao corpo docente e discente da escola. E também agradeço à comunidade pela confiança e participação ao longo do ano”, disse a diretora.
Vejam só, exaltaram apenas o governo e a escola. Nenhum elogio nem palavra de incentivo aos estudiosos alunos que conquistaram as medalhas ou foram homenageados na olimpíada. Também, não foi feito nenhum agradecimento aos responsáveis pais e responsáveis mães desses alunos.
Faço eu: parabéns Júlia, Gabriel, Vitória, Laura, Bárbara, Mayara, Giulia, Cleane e Rafael. Vocês são um orgulho para todos nós. Um exemplo a ser seguido. Vocês é que dão renome e notoriedade a qualquer escola. Aqui ou em qualquer outro lugar. Muitas outras páginas douradas vocês hão de escrever no livro de suas vidas. Estarei torcendo para que vocês conquistem lugar de destaque na olimpíada brasileira.
E a seus pais e mães o agradecimento por enviar filhos melhores para as nossas escolas, em vez de ficar reclamando escolas melhores para seus filhos.

6 comentários:

lila disse...

Sr. Lacerda,
Faço parte do conselho escolar da escola N.Sra da Graças, como representante dos responsáveis e quero acrescentar que estes alunos deveriam realmente ser homenageados.
Estes destaques são frutos de esforços individuais de seus pais e de professores que apesar de tão pouco reconhecimento e valorização, tiram leite de pedras e fazem a diferença neste sucateado sistema educacional que vivemos.
Quero dar também meus parabéns a estas crianças, seus pais e professores que não se deixaram abater pelas deficiências do ensino em nosso município e fizeram valer seus talentos acima de qualquer obstáculo.
Quanto à matéria ser paga, acredito que tenhas razão, pois o texto é igual em todos os jornais, inclusive os locais que são pagos para fazerem a propaganda do governo.
O Colégio N.Sra das Graças está caminhando lentamente para que a comunidade escolar seja respeitada, para que sejam ouvidos e respeitados os anseios dos jovens estudantes.
Digo com convicção que este esforço é exceção dentro do que temos em Mangaratiba.
Muito ainda temos que mudar, mas se não começarmos a enfrentar as barreiras e não nos posicionarmos contra certas arbitrariedades, viveremos dos destaques individuais que serão usados para propaganda de um sistema que não funciona como um todo.
Como responsável de aluno, posso dar esta opinião sem medo de represálias, pois sou usuária do serviço público frágil, que terá como consequencia o futuro de minha neta.
Aproveito para pedir a participação de todos os responsáveis e comunidade escolar, nas decisões e projetos que nos dizem respeito.
Sem agirmos, será difícil obtermos mudanças tanto para nossas crianças, como para a valorização do profissional de educação.

LACERDA disse...

Parabéns a você também Lila. Concluiu com galhardia e lucidez o que eu tentei dizer. Usaram os jovens estudiosos para se promoverem.
Tudo o que você disse está implícito em meu comentário sobre a matéria paga.
Implícita, também, está a minha homenagem aos professores na última frase de meu comentário.

Anônimo disse...

Essa prática de matéria paga é vergonhosa e burra. Os "entendidos", que se dizem experientes, nem disfarçam mudando as vírgulas, ou por vezes, os erros de português!!!! Infelizmente, a comunicação deste governo é mais uma das suas limitações... mais uma de suas fragilidades... mas, se os comandados não se comportam a contento, ERRO DO COMANDANTE! Quanto aos alunos, que brilhantemente, nos deram, assim como a seus pais, a alegria de ver nossas crianças alcançando um ótimo resultado, para "eles", são só pequenas peças do xadrez, peões que estão lá é para isso mesmo!
PARABÉNS, PAIS E FILHOS, POR ACREDITAREM QUE VALE A PENA EDUCAR!!!!

Anônimo disse...

Será que estas crianças são criadas ouvindo funk?

leila castro disse...

É isto! Gente com visão de presente e de futuro. Alunos que devem ser estimulados, professores que acreditaram e pais presentes na vida de seus filhos.
Receita para o sucesso e para desmascarar certas propagandas, pois se fossem frutos da política educacional, não teríamos esta concentração em um só colégio da rede municipal. Teríamos reflexos nas avaliações do MEC e pequenos gigantes em todo o município.

Vocês que acreditaram em seus filhos, filhos que acreditaram nas orientações de seus pais e professores que acreditam em sua profissão, apesar de tantos dissabores, quero dar minhas felicitações e dizer que isto é esperança de mudanças concretas em nosso município.

LACERDA disse...

Quero dar um parabéns particular à Bárbara Barbosa Batista. Ela é filha de um amigo meu, o Barbosinha. Aquele que pôde se candidatar a vereador, mas não pôde votar. Leia a postagem "TRE EM MANGARATIBA", de outubro/2008.
O candidato Barbosinha teve o título eleitoral cancelado, em 11 de abril de 2008, no processo 248/07 da 54ª ZE. Como, então, foi considerado apto para ser votado?
Parabéns, Barbosa. Parabéns, Liliane.