Total de visualizações de página

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

DEZ NO POPOSÃO

Por descuido materno, todos nós comemos merda quando bebê. Depois, crescemos e não suportamos nem o cheiro. Os funkeiros, porém, continuam saboreando excrementos até depois de adultos. E a TV Globo apoia e promove esta dieta insana.
Sei que por Lei, estou proibido de fazer qualquer tipo de discriminação nem de ter preconceito contra o movimento funk ou seus integrantes.
Não posso mais escrever que o funk vicia e imbeciliza a criatura. Que o funk é um lixo nefasto, violento e bandido que cretinizou grande parte da nossa juventude, independente de sua origem racial ou social. Que o funk é um pitbull sonoro que tem o mau cheiro da tragédia anunciada.
Essa imundície pornofônica, imbecil e obscena é considerada cultura graças ao furor "legiferante" dos deputados Marcelo Freixo e Wagner Montes.

Assim, impunemente, a Globo coloca um personagem – Solange - na novela Fina Estampa que canta (canta?) o funk “Dez no popozão” que tem a seguinte letra:
“Aprender é desafio, mas no funk eu arrepio...
Eu odeio redação, mas requebro até o chão.
Não sou boa no estudo, levo zero em quase tudo.
Reprovada no provão, tirei dez no poposão,
Meu diploma é de funkeira, vem comigo meu irmão
Põe a mão no poposão e rebola até o chão.

A cantorinha – uma adolescente, quase criança – ainda se exibiu com o uniforme oficial das escolas municipais do Rio em uma nefasta exaltação à ignorância e à estupidez.
Cláudia Costin, Secretária Municipal de Educação, reagiu: “No momento em que toda a sociedade realiza um esforço conjunto para melhorar a educação pública no Rio e em todo o país, a Secretaria Municipal de Educação considera lamentáveis as imagens exibidas em Fina Estampa em que Solange enfatiza, em seus diálogos, o descompromisso com a educação e preconiza o fracasso escolar. As imagens acabam estigmatizando a educação pública, uma vez que a personagem, em uma das cenas, utilizou, sem autorização, o uniforme oficial das escolas da Prefeitura do Rio”.
Será que vão acusar a Secretária de censora da “obra prima” exibida pela Globo? Esperem e verão logo a Globo publicar denúncias infundadas contra a Secretária.
O controle social da mídia é uma necessidade premente, tal como ocorre nas democracias mais avançadas do planeta.

3 comentários:

leila castro disse...

Lacerda,

Eu não vejo a novela, mas vi uma menina assistindo e parei para ver. Era a cena da menina poposão em que mãe estava orgulhosa da filha...

Como sou "radical", fiquei muito p... da vida e fiz discurso e tudo...

A letra é simplesmente ridícula e por mais que se queira modificar a banalização do rasteirão e da baixaria, estes apelos acabam sendo muito mais fortes na formação da garotada.

Parece uma luta inglória...

JORGE disse...

Pelo que eu li na letra da musica e simplesmente ridiculo pois fala que ela e pessima nas nota e em tudo e aGLOBO acha bonito e poe no ar uma letra ridicula dessas e mesmo para dar força para que ninguem estude e sim pense so no POPOZÃO

Anônimo disse...

idiotas iso e discriminacao contra as funckeiras y vcs todos sao uma manada di imvellosos [¬¬]