Total de visualizações de página

terça-feira, 5 de abril de 2011

AMOR E REVOLUÇÃO

Hoje, às 22h15m, estreia a novela do SBT da qual este blog apresentou algumas cenas em postagem anterior sobre o holocausto da ditadura militar.
A mulher de Carlos Alberto Brilhante Ustra, coronel que comandou a tortura no DOI-Codi em São Paulo, entre 1970 e 1974, encaminhou e-mails ao SBT temendo que a novela seja tendenciosa. Autor e diretor convidaram Ustra a dar um depoimento, mas o militar recusou.
Cada final de capítulo terá um depoimento de alguém cuja história esteja direta ou indiretamente ligada à ditadura.
Um dos pontos fortes da atração é a trilha sonora composta por músicas símbolos do protesto contra a ditadura como ‘Roda Viva’, ‘Apesar de Você’ e ‘Cálice’, todas de Chico Buarque.
Eu que sobrevivi àquela época vou acompanhar. E você que pouco ou nada sabe sobre o que aconteceu naquele período negro da nossa história, não vai?

Um comentário:

leila castro disse...

Eu vou! E também vou pedir para que os professores do município acompanhem....afinal, sem história não há memória.