Total de visualizações de página

sábado, 12 de março de 2011

MANGUEIRA

Não! Dessa vez não dá pra segurar:
A Mangueira espetacular
Emocionou a multidão...
Viu? Toda gente cantou e aplaudiu,
"Já ganhou!" foi tudo que se ouviu,
A Avenida inteira em ovação...
Foi monumental, o amor não tem medida,
A catedral do samba comovida
Vibrando unida com o carnaval.
A apuração - Que loucura! -
Sem compostura ou pudor,
Deu Beija-Flor, nem pude acreditar.
Mas, deixa pra lá, venci no popular...
Deixa a roseira florescer de novo,
Uma rosa pro povo
A Mangueira traz no coração.
Samba não é brincadeira,
Se liga na nossa bandeira
Verde e rosa, a cor da emoção,
Da paixão.

2 comentários:

leila castro disse...

Eu te amo! Que lindo!

É a Mangueira que amo sem explicação. Quando criança, gostava de ouvir as discussões em casa, dos salgueirenses, portelenses e eu só me ligava em ver a verde e rosa. É a verde e rosa que amei já no primeiro dia de trabalho, quando fui almoçar no "buraco quente".

Este meu caso com a Mangueira é de paixão que não se acaba.

LACERDA disse...

As paralelas sempre se encontram. Também conheci o morro por dentro: Buraco Quente, Tengo-Tengo, Santo Antônio e Chalé.