Total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

"Liberdade de expressão

Aarão: “o governo devolveu à população a sua verdadeira Independência”.
Na Semana da Pátria, prefeito de Mangaratiba ressalta a importância da liberdade de expressão. O encerramento da Semana da Pátria se deu na última segunda-feira (7), feriado da Independência do País. O prefeito de Mangararatiba, Aarão de Moura Brito Neto, ressaltou a importância da palavra independência. “O povo reconquistou a sua liberdade, deixou de estar submisso ao governo, porque o governo devolveu à sua população a verdadeira independência na qual dá o direito de ouvir, de saber criticar, de saber cobrar”, disse Aarão."
Esse texto acima encontra-se no site da Prefeitura - http://www.mangaratiba.rj.gov.br/ - exatamente assim como foi reproduzido e com o nome da cidade escrito erradamente.
Eu só queria saber que governo me deu o direito de exercer a liberdade de expressão, o direito de ouvir, de saber criticar, de saber cobrar.
Até onde eu sei, o art. Art. 5º da Constituição Federal, desde 1988, voltou a me garantir o direito à liberdade. E, em seus Incisos IV e IX, voltou a me garantir a livre manifestação do pensamento, vedado o anonimato, e a livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.
Essa mesma liberdade eu já possuía quando nosso futuro ex-prefeito ainda era criança de colo e a tirania da ditadura militar me roubou com armas na mão.
Essa mesma liberdade que foi reconquistada à custa do sacrifício de muitos heróis que foram presos, torturados e assassinados.
Liberdade não é algo que um governante possa devolver ao povo. É algo para ser conquistado com muita luta e coragem.
Finalizando, jamais estive submisso a governo algum. Por favor, me inclua fora dessa.
E quanto à independência, já escrevi sobre ela - "Independência ou Sorte" - em 7 de setembro de 2008.

2 comentários:

leila castro disse...

"Eu só queria saber que governo me deu o direito de exercer a liberdade de expressão, o direito de ouvir, de saber criticar, de saber cobrar."
Lacerda, é um prazer imenso comungar na maioria das vezes, de suas convicções. Fico grata por abrir este blog e aqui ver com tanta fluidez aquilo que gostaria de ter dito, escrito ou partilhado com outras pessoas.
Não me sinto uma estranha no ninho, me impulsiona ao bom combate e me faz encantada.
O que quero acrescentar, é em relação a ditadura militar que você diz ter roubado com armas na mão, a sua liberdade. Sua liberdade não foi roubada, sua liberdade continuou contigo. Nós a escondemos, nós a camuflamos e de forma criativa espalhávamos por todo país os sussurros que oprimiam nossas mentes e nossas ações.
Não a reconquistamos, pois nunca a perdemos! Mesmo aqueles que pensavam que arrancando filhos de suas mães, destruindo o corpo e a mente de jovens que ousaram dizer que liberdade pode ser enterrada, mas não deixa de existir, se renderam a força maior da natureza humana. Podemos ser subjugados, até mesmo massacrados, mas liberdade transcede o corpo e é essência do espírito, da alma, mente ou de qual nome dermos.
O nosso futuro ex prefeito, não conhece isto, não por pouca idade, mas por ter como raíz justamente este período doentio de nossa recente história, que ainda teima em querer germinar, produzindo arremedos políticos de tempos duros, como foi a ditadura militar e indo mais longe ainda, no tempo do coronelismo do nordeste.

LACERDA disse...

Minha querida... há quanto tempo, heim! É um orgulho ter você de volta abrilhantando esse humilde blog com seus magníficos comentários.