Total de visualizações de página

sábado, 8 de setembro de 2012

CAPIXABA, Dr. RUY e JOSÉ LUIZ DO POSTO

Na eleição suplementar de 2011, os três foram candidatos a prefeito de Mangaratiba.
Quando vi que a minha querida amiga e blogueira radicalizou divinizando o Dr. Ruy e demonizando os outros dois, parti para a polêmica. Como é gostoso polemizar com ela, mesmo quando apela para o terreno pessoal.
Disse, então, que a eleição suplementar para prefeito deveria ser igual à última para senador em que votamos em dois candidatos. E que se assim fosse, votaria em Capixaba e José Luiz do Posto.
Tive que votar apenas em um e votei no Zé. Era o que tinha melhores condições de fazer um bom governo com o apoio incondicional do Cabral que se comprometeu com o candidato e foi seu fiador.
O prefeito itinerante sabia disto e traçou a sua estratégia para retomar o governo de Mangaratiba. Mesmo sendo do PMDB, afirmou que o candidato de seu partido representava o mal e o Capixaba o bem. Suas palavras estão no discurso sectário, xenófobo e maniqueísta reproduzido a seguir, onde a partir dos sete minutos suplica a Capixaba que não permita que bandidos governem Mangaratiba.
Hoje, ele está colado com o “mal” e demonizando o “bem”.
Deixa pra lá, voltemos à polêmica. Vejam só o que o destino me reservou: a minha amiga não quer mais saber do Dr. Ruy, e eu vou votar no Capixaba para prefeito e no José Luiz do Posto para vereador.
Vou votar nos dois – depois explico o porquê - e ainda levo o Dr. Ruy de lambuja.
E ironia maior do destino eleitoral: se o Capixaba for eleito – em primeiro ou em segundo lugar – for diplomado e empossado em 1º de janeiro, e se a CPI der em alguma coisa concreta, isto é, como o afastamento do prefeito após a posse, sabem quem assumirá o seu lugar?
O ex-mylove do Peixe com Banana. Neste caso, não haverá eleição suplementar como antes.

2 comentários:

leila castro disse...

RSRSRSRSRS!

E a vida vai seguindo seu rumo... acertando, errando, amando e demonizando...isto para mim, é aprendizado! É a certeza de que não parei em uma opinião, que faço tudo movida pela razão e com meu coração inteiramente livre para amar e desamar.

Também me sinto muito livre para afirmar que assim como não fico na inércia, aqueles em quem depositei minha confinaça eleitoral, também mudam...uns para melhor, outros para pior, afinal não somos estáticos.

Ex my love, hoje poderá ser eleito por vc ter ficado estático no solo inféril deste governo...

LACERDA disse...

Em outra postagem explicarei as razões do meu voto.